COI afirma 'acompanhar de perto' a situação política do Brasil

Olímpiada do Rio acontece em agosto

O Comitê Olímpico Internacional (COI) informou, nesta segunda-feira (18), que está "acompanhando de perto" a crise política no Brasil, mas disse não acreditar que os problemas possam influenciar no acontencimento da Olimpíada, em agosto.

"O COI está seguindo de perto os últimos acontecimentos relacionados ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff", comentou um porta-voz do órgão.

Porém, o mesmo funcionário afirmou que "as preparações para os Jogos Olímpicos entraram em uma fase operacional, aonde esses problemas políticos têm menos influência do que em outros momentos da organização da Olimpíada".

Sobre a evolução das obras, o porta-voz mencionou a opinição do COI. "Nós vimos o grande progresso e seguimos confiantes no sucesso dos Jogos Olímpicos neste verão. Os brasileiros irão fazer uma Olimpíada memorável. E o evento entregará um importante legado e uma oportunidade de unir a população do Brasil, independente de sua visão política", completou.


Comitê Olímpico Internacional (Crédito: Reprodução)
Comitê Olímpico Internacional (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações da Espn.