Com três gols de Gilberto, Portuguesa goleia e deixa o Corinthians bem ameaçado

Com três gols de Gilberto, Portuguesa goleia e deixa o Corinthians bem ameaçado

O resultado complica o Corinthians no Campeonato Brasileiro e deixa o técnico Tite ameaçado no cargo.

Depois de sonhar com a disputa pelo título do Campeonato Brasileiro, o Corinthians passa por uma grave crise e terá que se preocupar até com a zona de rebaixamento. A maior prova disso aconteceu neste domingo. Conhecido por ter uma defesa forte, o time alvinegro apenas assistiu essa fama ser destruída no Mato Grosso do Sul: com três gols do inspirado Gilberto, a Portuguesa venceu por 4 a 0 e aplicou um dos maiores vexames recentes dos corintianos. A partida teve ainda um pênalti pertido por Paolo Guerrero e a expulsão do zagueiro Gil.

O resultado complica o Corinthians no Campeonato Brasileiro e deixa o técnico Tite ameaçado no cargo. O time está com 31 pontos e vê a zona do rebaixamento mais perto, a seis pontos apenas. Já a equipe lusitana consolidou sua reação no brasileiro, pois venceu a terceira partida consecutiva no Brasileiro, algo que não acontecia desde 2008.

O primeiro tempo foi um atropelamento da Portuguesa sobre o Corinthians. Mais ligado em campo, o time lusitano precisou de apenas doze minutos para fazer dois gols bem parecidos: aos 7min, Corrêa foi para a linha de fundo e cruzou perfeitamente para Gilberto apenas marcar de cabeça. Cinco minutos depois, após um lançamento da intermediária, Gilberto teve espaço para chutar na área e, apesar de furar feito, ainda conseguiu o desvio com a perna esquerda para marcar novamente.

A reação do Corinthians poderia ter começado três minutos depois, já que foi marcado pênalti de Moisés Moura em Emerson. Porém, Guerrero cobrou muito mal, e Lauro conseguiu agarrar a bola. O lance abalou de vez os corintianos, que ainda sofreram logo o terceiro gol: Moisés viu a defesa do Corinthians adiantada e lançou para Gilberto ficar de frente para o gol. Ele foi inteligente, partiu para o drible, se livrou de Cássio e marcou um belo gol.

Com 3 a 0 no placar, o Corinthians esboçou melhorar no jogo, mas desperdiçou as poucas chances de gol criadas. Tite trocou Ibson por Danilo, que deu bom passe para Emerson aos 43min, mas ele mandou para fora o último fio de esperança corintiano.

Tite percebeu que, se não fizesse algo radical, a partida continuaria no mesmo ritmo. Por isso colocou Alexandre Pato no lugar do lateral Igor e também o volante Jocinei na vaga do zagueiro Paulo André. Isso fez com que Danilo e Douglas ficassem como "falsos volantes" do time e surpreendeu a defesa da Portuguesa. Tanto que o Corinthians fez dois gols, em que foram marcados impedimentos de Emerson e Guerrero.

A pressão continuou a existir e, aos 19min, Gil quase marcou de cabeça. Mas logo depois, o zagueiro tratou de decepcionar de vez a torcida corintiana, já que foi expulso por agressão em Bergson.

Com um a mais, a Portuguesa passou a controlar facilmente o jogo, com muito mais posse de bola e enfrentando um adversário entregue. Naturalmente, aos 34min, saiu o quarto gol: Wanderson foi lançado de frente para o gol, driblou o goleiro Cássio e transformou uma vitória impressionante em goleada humilhante.

Fonte: Terra