Com gol de Kaká e reclamação de racismo, Milan vence Catania;veja

Com gol de Kaká e reclamação de racismo, Milan vence Catania;veja

Brasileiro chega ao seu gol de número 99 com a camisa do clube, e Balotelli reclama de racismo e ameaça deixar a partida, após discussão com o zagueir

Em um jogo marcado por uma suposta ofensa racista contra o atacante Balotelli, que chegou a ameaçar deixar o campo no segundo tempo, o Milan venceu de virada o Catania por 3 a 1, na manhã deste sábado, no estádio Angelo Massimino, e, depois de cinco rodadas, voltou a ganhar no Campeonato Italiano. Com uma boa atuação, Kaká fez o último e ficou a apenas um de alcançar a marca expressiva de 100 gols pelo clube. Na temporada, o brasileiro marcou quatro vezes e deu duas assistências, em 11 confrontos.

Outro fator que chamou atenção na partida foi a presença do diretor Adriano Galliani, que havia pedido demissão do Milan na semana passada. Após uma reunião com presidente do clube, Silvio Berlusconi, o CEO resolveu permanecer no comando dos rossoneri.

Na próxima rodada, o Milan, que chegou aos 17 pontos, visitará o Livorno, no Armando Picchi. Com apenas nove, o Catania pegará o Sampdoria, no Luigi Ferraris.

Como era esperado, o Milan começou melhor e dominou as iniciativas. Com uma boa movimentação de Kaká no meio, o time chegava com muita intensidade, mas não conseguia assustar o goleiro Mariano Andujar e acabou sendo penalizado. No primeiro ataque do Catania, Castro aproveitou uma bobeada da zaga e, aos 12 minutos, abriu o placar. O atacante bateu cruzado, o goleiro brasileiro Gabriel tentou defender, mas a bola entrou.

Depois do lance, o Catania até que apresentou uma melhora e saiu mais ao ataque, principalmente usando a velocidade de López e Castro. Já o Milan seguiu apostando nas jogadas de Kaká. Acabou dando certo. Aos 22, o brasileiro avançou pelo meio e tocou no fundo para Emanuelson. O lateral cruzou nos pés de Montolivo, que bateu de primeira e fez um belo gol.

Balotelli reclama de racismo

O segundo tempo foi bastante movimentado e polêmico. Aos 18 minutos, Balotelli, que acabou sendo o personagem da partida, aproveitou uma cobrança de falta e com muita categoria virou o placar para o Milan. Após o lance, Panagiotis fez falta dura no atacante e foi expulso.

Aos 30, a grande confusão. Balotelli e o zagueiro, do Catania, Spolli começaram uma discussão, e o atacante reclamou bastante que teria sofrido racismo. Balotelli chegou a ameaçar deixar o campo de jogo, mas logo foi contido pelos jogadores do Milan, principalmente Kaká.

Quando a bola voltou a rolar, o Milan definiu o jogo. Kaká recebeu no bico da grande área, invadiu e bateu por cima do goleiro para fazer seu gol de número 99 com a camisa do clube e concretizar os três pontos. Após o apito final, houve um princípio de confusão entre os jogadores, mas logo os ânimos foram acalmados.

Fonte: GloboEsporte.com