Com demissão de Dunga, Ganso e Neymar pensam em Seleção Brasileira já para agosto

Com demissão de Dunga, Ganso e Neymar pensam em Seleção Brasileira já para agosto

Os jovens do Santos já vislumbram uma chance de vestir a camisa amarela

Muitos torcedores cobraram a presença de Paulo Henrique Ganso e Neymar na Copa do Mundo de 2010, mas Dunga não deu ouvido a esses pedidos. Com a demissão do treinador gaúcho e a perspectiva de uma reformulação na Seleção Brasileira, os jovens do Santos já vislumbram uma chance de vestir a camisa amarela, o que pode ocorrer no mês de agosto.

Embora a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não tenha anunciado nem o nome do novo técnico da Seleção, a equipe volta a campo no próximo dia 10 em um amistoso contra os Estados Unidos marcado para o New Meadowlands Stadium, em Nova Jersey.

Nesta sexta-feira, Ganso e Neymar estiveram em um shopping center de São Paulo para o lançamento de seus bonecos em miniatura e falaram sobre a chance de serem convocados já para essa partida.

"Estou com a cabeça tranquila, agora é época de reformulação. Quero continuar jogando bem e espero estar na Seleção", afirmou o meia, enquanto uma multidão de jornalistas e curiosos se empurravam na grande confusão que se formou na loja de brinquedos.

Presidente da CBF, Ricardo Teixeira adiantou que cobrará uma renovação do novo treinador uma renovação do elenco verde e amarelo, de olho na Copa do Mundo de 2014. Além de Ganso, 20 anos, essa mudança de foco pode ajudar Neymar, 18. "Agora está começando um novo ciclo e vou buscar meu espaço", disse o atacante.

Já fora da loja, com mais calma e longe dos fãs que provocaram uma correria no shopping tentando se aproximar da dupla, Neymar conversou com a reportagem do Terra e voltou a lamentar as escolhas de Dunga.

"A Alemanha tinha um time jovem e foi bem, ficou a sensação de que poderíamos ter ido também", ressaltou ele, sempre sem esquecer do companheiro de Santos.

À África do Sul, os alemães levaram um grupo cuja média de idade era de 24,9 anos, a menor do país em Copas do Mundo desde 1934, e terminaram na terceira colocação, após uma derrota para a campeã Espanha na semifinal.

Já o Brasil, com 29,3 anos, tinha o elenco mais velho da competição e também o mais experiente de toda a sua história em Mundiais. A estratégia de Dunga não deu resultado e o time caiu nas quartas de final, eliminado pela Holanda, que encerraria a campanha no segundo lugar.

Fonte: Terra, www.terra.com.br