Com dois de L. Amaro, Palmeiras vira e elimina jogo de volta

Com dois de L. Amaro, Palmeiras vira e elimina jogo de volta

O Horizonte foi ousado no primeiro tempo contra o Palmeiras.

Para o bem e para o mal, o Palmeiras teve um personagem de destaque nesta quarta-feira: o zagueiro Leandro Amaro falhou no jogo contra o Horizonte, mas também se redimiu ao marcar dois gols. Com isso, o time paulista conseguiu a vitória 3 a 1 diante do Horizonte-CE e se classificou na para as oitavas de final da Copa do Brasil. Não haverá jogo de volta porque a vitória palmeirense foi fora de casa, por dois gols de vantagem.

O Horizonte foi ousado no primeiro tempo contra o Palmeiras. Apesar do favoritismo do time paulista, os mandantes foram para o ataque e abriram o placar aos 16min, com Mateus, que aproveitou uma bola mal afastada por Leandro Amaro. Mas logo veio a pressão palmeirense e o empate saiu após cobrança de escanteio, aproveitado exatamente pelo zagueiro, que começou a se redimir.

A partida continuou aberta no segundo tempo, com muito espaço no meio-campo, mas os ataques começaram pouco inspirados. Felipão fez substituições, deixou o time mais ofensivo e logo veio a virada, de novo com Leandro Amaro. Para completar e eliminar o jogo de volta, Maikon Leite saiu do banco, fez o terceiro gol e classificou o Palmeiras.

Agora o time paulista vai ter que esperar a definição do confronto entre Paraná e Ceará para saber quem vai enfrentar nas oitavas de final da Copa do Brasil. Os times só farão o primeiro jogo na próxima semana.

O jogo

Não demorou para o Palmeiras começar a levar perigo para o gol do Horizonte, como esperado. Aos 4min, após cruzamento da esquerda, faltou pouco para Barcos alcançar a bola e marcar de cabeça. Logo depois, no rebotem, Daniel Carvalho já aproveitou outro cruzamento, mas sua cabeçada saiu fraca. Aos 9min, em chance igual, o meia mandou a bola para fora e desperdiçou outra oportunidade de cabeça.

Apesar dos sustos, o Horizonte não quis saber de ficar na defesa. O time continuou a atacar sem medo, estratégia que deu resultado aos 16min. Após boa jogada e cruzamento de João Paulo, a bola foi mal afastada por Leandro Amaro e a sobra ficou com Mateus. Ele chutou no canto e abriu o placar para o time da casa.

Logo depois do gol do Horizonte, o Palmeiras já teve boa chance, com Marcos Assunção. O volante recebeu sozinho a bola na área, pela direita, mas chutou para fora. Aos 21, foi a vez de João Vitor se livrar do zagueiro e chutar de dentro da área, mas o goleiro Jefferson conseguiu fazer uma estranha e eficiente espalmada.

A partida continuou aberta e o Palmeiras continuou a perder gols. Aos 31min, Daniel Carvalho acertou um raro passe de calcanhar para Cicinho, que invadiu a área, dominou a bola, mas finalizou para fora. A bola só foi entrar aos 34min, da forma que o Palmeiras é especialista: após cobrança de escanteio de Marcos Assunção, Leandro Amaro subiu na primeira trave, empatou o jogo e conseguiu se redimir.

No começo do segundo tempo foi a vez do Horizonte levar perigo em cobrança de falta, mas Deola conseguiu salvar com a ponta dos dedos. Felipão aproveitou para fazer mudanças no ataque, como Maikon Leite no lugar de Wesley, e Ricardo Bueno na vaga de Barcos. Mas o gol da virada veio com um zagueiro: Leandro Amaro aproveitou falta cobrada por Marcos Assunção e desviou para o gol, aos 23min.

A virada empolgou os palmeirenses, que conseguiram o gol graças aos dois atacantes que saíram do banco de reservas. Maikon Leite puxou a bola da ponta e tocou para Ricardo Bueno, que devolveu de letra. O camisa 7 do Palmeiras finalizou da entrada da área e fez o gol da classificação do seu time.

Os minutos finais da partida ainda tiveram algumas emoções para os palmeirenses, principalmente aos 34min. Foi quando Deola falhou e deixou a bola ir para trás, mas foi apenas escanteio para o Horizonte. O Palmeiras ainda acertou um chute na trave aos 46min, com Pedro Carmona, mas o placar não foi mais alterado.

Fonte: Terra