Após pancada, Alonso sente as costas e é imobilizado: "Ainda tenho dentes"

Alonso pegou zebra ao passar fora da pista para desviar de Vergne, e recebeu carga de 28 vezes a força da gravidade, que o obrigou a passar por exames

Ao sair de seu pit stop lado a lado com Jean-Eric Vergne (STR), Fernando Alonso ? quinto colocado no GP de Abu Dhabi ? escapou de um forte acidente e até de uma possível punição por exceder os limites da pista. Porém, o espanhol da Ferrari não saiu ileso do episódio. Ao passar por cima de uma zebra quando desviava da STR do francês, Alonso sofreu um impacto de intensidade equivalente a 28 vezes a força da gravidade, o que lhe rendeu algumas dores nas costas e uma "visitinha" em um hospital para realizar exames de precaução, onde foi clicado imobilizado pelo seu agente Luis Garcia Abad.


Com dor nas costas por forte impacto, Alonso faz exames:

- Ainda tenho todos os meus dentes no lugar - brincou - Minhas costas, obviamente, estão doendo um pouco, porque foi uma pancada forte. Temos um alarme nos chassis que são acionados quando uma determinada força G é excedida. Foi uma grande pancada mesmo, mas estou OK para Austin, com certeza - disse.

O alarme do qual Alonso fala é um sensor de segurança no carro (item obrigatório na Fórmula 1) que aponta que um impacto é forte o suficiente para que o piloto necessite passar por exames de precaução. Apesar de garantir que as dores eram leves, Alonso precisou passar pelo procedimento obrigatório: foi a um hospital da região, onde foi imobilizado, colocado em uma maca e submetido a exames. Nenhum problema maior foi detectado e o piloto está apto a disputar o GP dos EUA daqui a duas semanas.

Fonte: GloboEsporte