Com fãs em cima da árvore e gritaria, CR7 volta a usar proteção no joelho

Torcedores tentam de tudo para ver o ídolo de perto no CT da Ponte Preta

Para ver Cristiano Ronaldo vale tudo. Até subir em cima da árvore e não se intimidar com o forte esquema de segurança ao redor da seleção portuguesa. Foi isso que alguns torcedores tentaram no treino deste sábado, no CT da Ponte Preta. Do alto, seja da árvore, de telhados ou da Rodovia Anhanguera, eles gritaram o nome do ídolo. Mas pouco conseguiram ver. Assim como na sexta-feira, a atividade só foi aberta aos jornalistas por 15 minutos. Neste período, os jogadores se aqueceram e realizaram um leve exercício físico. CR7, aliás, voltou a treinar com uma proteção no joelho esquerdo, local de uma tendinite que vem incomodando o melhor jogador do mundo nas últimas semanas.

O mistério tem pautado o trabalho do técnico Paulo Bento no Brasil. Assim como o forte esquema de segurança. O CT da Ponte Preta é rodeado por homens das polícias civil, militar, além de seguranças particulares e até exército. Nada disso, no entanto, intimidou um grupo de torcedores. Dois deles chegaram a subir em uma árvore para tentar ver o treinamento, mas logo desceram. Gritos de Cristiano Ronaldo eram ouvidos a todo instante.


Com fãs em cima da árvore e gritaria, CR7 volta a usar proteção no joelho

Na tarde deste sábado, a delegação embarca para Salvador, palco da estreia na Copa do Mundo diante da Alemanha, na próxima segunda-feira, às 13h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela primeira rodada do Grupo G da competição. A principal dúvida na escalação parece ser o homem de área: Éder ou Postiga. Assim, Portugal deve ir a campo com Rui Patrício, João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Miguel Veloso, João Moutinho e Raul Meireles; Nani, Cristiano Ronaldo e Postiga (Éder).

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com