Com gol nos acréscimos, Atlético-MG vence Prudente e avança

Com gol nos acréscimos, Atlético-MG vence Prudente e avança

O Atlético-MG recebeu na noite desta quarta-feira o Grêmio Prudente no Estádio Ipatingão, no segundo jogo eliminatório da Copa Sul-Americana, buscando uma vitória para amenizar a crítica situação vivida pela equipe no Brasileiro - os mineiros estão na penúltima colocação. Quando tudo indicava que a decisão ia para os pênaltis, Ricardinho, quase aos 48min do segundo tempo, fez o gol que garantiu a classificação do Atlético para a próxima fase.

Vanderlei Luxemburgo teve problemas para escalar a sua equipe, já que não pôde contar com os selecionáveis Réver e Diego Tardelli, pelo Brasil, e Cáceres, pelo Paraguai, e com os lesionados Daniel Carvalho e Zé Luís. Os visitantes, por sua vez, vivem um momento conturbado, mas não por causa do futebol. O técnico Toninho Cecílio surpreendeu a todos e pediu demissão do cargo para dirigir o Vitória. Dessa forma, Márcio Barros comandou os paulistas, de forma interina.

Com o empate na primeira partida por 0 a 0, graças à boa atuação do goleiro Fábio Costa, o Atlético tomou a iniciativa e buscou o controle do jogo, já que um gol do adversário poderia complicar para os mineiros, por causa da regra do gol fora de casa.

A primeira chance veio aos 9min. Após confusão na área, a bola sobrou para Ricardo Bueno, que chutou forte, no meio do gol. No reflexo, o goleiro Giovanni fez boa defesa. Aos 17min, o Prudente tentou responder. Paulo César fez boa jogada pela linha de fundo, do lado direito, e cruzou para Wanderley, na pequena área, mas Lima chegou antes e mandou para a linha de fundo.

Aos 25min, em boa jogada pelo lado esquerdo, Fernandinho recebeu a bola e arriscou um chute de longa distância. A bola passou perto do travessão, assustando os paulistas. Quatro minutos mais tarde, Marcelo Oliveira deu belo lançamento para Wanderley. O jogador do Prudente avançou sozinho, entrou na área e, na hora do chute, foi travado por Jairo Campos.

Aos 34min, Diego Souza perdeu grande oportunidade. Neto Berola fez boa jogada, passou por dois e tocou para Fernandinho, dentro da área, pelo lado esquerdo. O jogador levantou a cabeça e tocou para o meio da área. Diego Souza chegou sem marcação e tentou chutar colocado no ângulo esquerdo, mas exagerou na precisão e mandou para fora.

Dez minutos depois, Ricardinho cobrou escanteio pela direita e colocou na cabeça de Diego Souza, que subiu mais alto que a zaga. A bola passou à esquerda do gol de Giovanni. No segundo tempo, os atleticanos continuaram tendo o domínio da partida, deixando os contra-ataques para o adversário. Logo aos 3min, Diego Macedo pegou rebote, da entrada da área, e chutou forte, para fora. O Prudente tentou responder aos 6min, com chute fraco de Lima.

Aos 19min, Neto Berola recebeu bom passe e chutou no canto esquerdo, obrigando Giovanni a fazer boa defesa, com as pernas. Aos 30min, novamente Berola apareceu com perigo. Na entrada da área, o atacante chutou forte, no alto, mas o arqueiro do time paulista espalmou a bola sobre o travessão.

Depois deste lance, os anfitriões continuaram pressionando, abusando das jogadas pelo alto. A defesa do Prudente, bem postada, conseguiu segurar o ataque mineiro e, no minuto final, quase fez um gol. Em rápido contra-ataque, William recebeu passe nas costas da defesa, pelo lado direito, e chutou forte, cruzado. Fábio Costa, bem posicionado, fez difícil defesa em dois tempos.

Quando os dois times já começavam a se preparar para a decisão por pênaltis, Ricardinho garantiu o Atlético-MG na próxima fase da Copa Sul-Americana. O relógio do árbitro já se aproximava dos 48min quando Diego Souza, pelo lado direito, tocou para Ricardinho que, na entrada da área, dominou e bateu rasteiro, no canto esquerdo de Giovanni. A bola passou rente ao poste e entrou. Na comemoração, o atleticano imitou um saci, homenageando o técnico Luxemburgo, que ainda precisa se locomover com a ajuda de uma muleta.

Fonte: Terra, www.terra.com.br