Com grande atuação, Botafogo atropela no Maracanã e encerra série positiva do Fluminense

Com grande atuação, Botafogo atropela no Maracanã e encerra série positiva do Fluminense

Nesta segunda-feira, o Botafogo viaja para o Chile onde enfrentará o Unión Española pela Libertadores na quarta.

Para poupar os titulares visando à Libertadores, Eduardo Hungaro levou a campo na tarde deste domingo, no Maracanã, o time reserva. E o grupo do Botafogo mostrou sua força. Com dois gols de Henrique e um de Bolatti, o Alvinegro fez 3 a 0 no Fluminense, chegou aos 15 pontos, subiu duas posições e terminou a rodada na 6ª colocação. Com a derrota, o Tricolor - que ainda desperdiçou um pênalti, com Fred - permaneceu com 22, na vice-liderança. O resultado manteve o Flamengo - que venceu o Resende por 3 a 0 neste sábado - na liderança isolada do Campeonato Carioca, com 25 pontos.

Nesta segunda-feira, o Botafogo viaja para o Chile onde enfrentará o Unión Española pela Libertadores na quarta. No mesmo dia, o Fluminense vai a Macaé enfrentar o Cabofriense pelo Campeonato Carioca.

Antes mesmo do apito inicial, Diego Cavalieri foi punido com cartão amarelo por fazer um buraco com as chuteiras no gramado, numa espécie de marcação na grande área. Com o time reserva, o Botafogo se lançou ao ataque e, logo aos 8 minutos, Renato obrigou Diego Cavalieri a fazer boa defesa. Saindo com velocidade nos contra-ataques, o Fluminense chegava bem, mas não conseguia finalizar com perigo. Fred chegou a marcar, mas o árbitro acertadamente anulou. O atacante tricolor estava em posição de impedimento.

O Botafogo abriu o placar aos 32 minutos. Depois de Bruno rebater uma bola, Henrique pegou bem, de canhota, e fez 1 a 0.

Depois do gol, o Fluminense tentou retomar o domínio da partida, mas seguiu com problemas para conseguir finalizar. Já nos acréscimos, Fred teve mais um gol anulado, novamente com o árbitro assinalando impedimento, dessa vez de Bruno, no início da jogada.

Times voltam com alterações

O Alvinegro voltou para o segundo tempo com Gabriel no lugar de Airton. O Fluminense também teve alteração, com Wagner na vaga de Valencia.

A etapa final começou bem movimentada. Primeiro, o Tricolor levou perigo com Carlinhos. Helton Leite fez boa defesa. Logo em seguida, Gegê chutou rente à trave de Cavalieri. O Alvinegro voltou a chegar bem com Bolatti.

Renato Gaúcho, então, chamou Walter para entrar no lugar de Sobis. Eduardo Hungaro também resolveu mexer logo em seguida: Jorge Wagner substituiu Gegê.

Bota marca duas vezes, e Fred perde pênalti

E, com eficiência, o Alvinegro chegou ao segundo gol. Depois de jogada rápida, Daniel deu de calcanhar, Jorge Wagner bateu com força, a bola desviou na zaga e Henrique aproveitou para fazer 2 a 0, aos 20. E, apenas dois minutos depois, Junior Cesar fez cruzamento com capricho e Bolatti, de primeira, marcou o terceiro.

Com a vantagem no placar, a torcida alvinegra passou a gritar "olé" nos toques de bola do time. Aos 41, o árbitro entendeu que a bola bateu no braço de Dankler. Pênalti a favor do Fluminense. Num primeiro momento, a torcida tricolor gritou o nome de Conca. Depois, mudou e cantou: "Fred vai te pegar". Mas o atacante falhou. O camisa 9 bateu e Helton Leite fez a defesa.

Fonte: Terra