Com Kleber em campo, Palmeiras e Fla fazem duelo de visitantes

Nos bastidores, clubes viveram impasse com interesse do Fla no Gladiador.

Nesta quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu, Palmeiras e Flamengo se encontram pela primeira vez na temporada ? pelo menos dentro de campo. O duelo da décima rodada do Campeonato Brasileiro, que vale inclusive a briga pela vice-liderança, é apenas um novo capítulo na rivalidade acirrada fora dos gramados no último mês. Tudo graças a um personagem que, relacionado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, estará em campo: o atacante Kleber.



Com 19 pontos, o Fla pode recuperar a segunda posição em caso de vitória. O Verdão, com 18, só pode alcançar o terceiro lugar: igualaria o São Paulo, mas perderia nos critérios de desempate.

Sem valer pontos na tabela do Brasileirão, Palmeiras e Flamengo duelaram pelo Gladiador: a proposta de 3 milhões de euros (R$ 7 milhões) oferecida pelos cariocas foi prontamente recusada pelo clube paulista, dono de 50% dos direitos econômicos do jogador. O Fla estudou aumentar a proposta, manteve conversas com o empresário Giuseppe Dioguardi, mas desistiu oficialmente da contratação no último dia 12. No Verdão, a diretoria discute um reajuste salarial ao capitão da equipe.

Apesar de o foco estar voltado para Kleber, o duelo terá outros ingredientes bem interessantes. O principal deles é o histórico recente, que aponta larga vantagem para a equipe visitante. Desde 2003, no início da era dos pontos corridos, nenhum duelo teve tantas vitórias de quem jogou fora de casa. Em Palmeiras x Flamengo, isso já ocorreu oito vezes, com quatro triunfos para cada lado. O mandante não vence desde 2008, quando o Fla fez 5 a 2 no Verdão no Maracanã.

Em campo, ainda há a briga direta pela perseguição ao líder Corinthians, o reencontro entre Felipão e Ronaldinho Gaúcho, campeões do mundo em 2002 com a Seleção Brasileira... Sem contar o confronto entre o técnico e Vanderlei Luxemburgo, hoje amigos depois de tantas polêmicas. Fora de campo, os clubes reforçaram o setor defensivo - mas Henrique, do Palmeiras, e Alex Silva, do Flamengo, ainda não têm condições de estrear.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com