Com Luxa pressionado, Fla bate Potosí e vai à fase de grupos da Libertadores da América

Com Luxa pressionado, Fla bate Potosí e vai à fase de grupos da Libertadores da América

O resultado alivia um pouco a pressão sobre o time, e em especial sobre Luxemburgo

O Flamengo conquistou, de maneira sofrida, sua vaga para a fase de grupos da Libertadores da América de 2012. Jogando no Estádio do Engenhão, a equipe de Vanderlei Luxemburgo derrotou o Real Potosí por 2 a 0 e assegurou a classificação em casa, já que perdeu na Bolívia a ida por 2 a 1.

O resultado alivia um pouco a pressão sobre o time, e em especial sobre Luxemburgo. Antes da partida, a torcida pedia a saída do treinador e a contratação de Joel Santana, que era dada como certa. O técnico do Bahia, porém, disse que não mantém negociações com a equipe carioca. E Ronaldinho, que era criticado, chegou a ter seu nome gritado nas arquibancadas.

Sob pressão, o Flamengo começou criando pouco, diante de um rival pouco técnico. Com o jogo morno, a torcida rubro-negra vaiava e criticava o time. No banco, o técnico Vanderlei Luxemburgo permanecia mudo, sem se levantar para instruir os jogadores nos primeiros minutos.

A primeira boa chance apareceu aos 20min, em falta que Léo Moura cometeu ao segurar a bola com a mão em uma queda. Na cobrança, porém, Yecerotte "espirrou o taco" e mandou rasteiro, fraco, para fora. Irritada nas arquibancadas, a torcida criticava e vaiava a qualquer erro da equipe, nervosa com a bola nos pés.

Mas se a bola parecia "queimar" nos pés, o Flamengo conseguiu abrir o placar com a cabeça. Aos 39min, Ronaldinho cruzou falta pela direita e Léo Moura, sozinho, subiu para mandar a bola para as redes - a bola ainda desviou na zaga e matou o goleiro Lapczyk no lance. Na comemoração, o lateral flamenguista foi o único a abraçar o treinador, que vibrava muito.

No segundo tempo, com a torcida mais calma, o Flamengo passou a administrar mais o jogo, e quase fez 2 a 0 aos 17min: após linda troca de passes na entrada da área, a bola chegou para Luiz Antônio, que chutou forte e parou na defesa de Lapczyk. De quebra, o Potosí ainda perdeu Centurión expulso aos 33min, após o segundo amarelo na entrada forte em Léo Moura.

O Fla ainda fez pressão e ampliou aos 47min: Ronaldinho recebeu lançamento na área, driblou o zagueiro e tocou na saída do goleiro. Com a vitória magra, o Flamengo passa a integrar agora o Grupo 2 da competição, ao lado de Olimpia (Paraguai), Emelec (Equador) e Lanús (Argentina). A estreia flamenguista acontece no dia 15 de fevereiro, contra o Lanús, na casa do adversário.

Ficha técnica

FLAMENGO 2 X 0 REAL POTOSÍ (BOL)

Gols

FLAMENGO: Léo Moura, aos 39min do primeiro tempo; Ronaldinho, aos 47min do segundo tempo

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Junior Cesar; Willians, Luiz Antonio, Renato Abreu (Muralha) e Darío Botinelli (Camacho); Ronaldinho e Deivid (Negueba)

Treinador: Vanderlei Luxemburgo

REAL POTOSÍ: Lapczyk; Jimenez, Alarcón, Centurión e Rivero; Sejas, Michelena (Tudor), Ortiz (Angola) e Ovando (Pol); Yecerotte e Brittes

Treinador: Victor Zwenger

Cartões amarelos

FLAMENGO: Léo Moura, Willians e Renato

REAL POTOSÍ: Alarcón e Centurión

Cartões vermelho

REAL POTOSÍ: Centurión

Árbitro

Victor Rivera (PER)

Local

Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra