Com pênalti não marcado, Flamengo perde para o Coritiba e se complica no campeonato

Com pênalti não marcado, Flamengo perde para o Coritiba e se complica no campeonato

O Flamengo está praticamente dando adeus ao título

A tentativa do Flamengo de se reaproximar dos líderes do Brasileirão foi freada na tarde deste domingo. Apático, o Rubro-Negro perdeu por 2 a 0 para o Coritiba, no estádio do Couto Pereira, com gols de Leonardo e Maranhão. Com o resultado, o Flamengo, que enfrenta na próxima quinta-feira o Figueirense, fica estagnado com 55 pontos. Já o Coxa, que pega Atlético-MG também na quinta, foi a 51.

O confronto entre paranaenses e cariocas começou morno. De um lado, o Coritiba pecando pelo preciosismo no último passe, o que impedia uma jogada mais aguda. Do outro, o Flamengo se apresentava pouco inspirado, com jogadores como Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho aparecendo pouco. Esse panorama seguiu até os 29 minutos quando de uma bola parada saiu o primeiro gol. Após escanteio cobrado por Marcos Aurélio, a bola desviou na primeira trave e foi na direção do atacante Leonardo que esticou a penas e mandou para as redes: 1 a 0.

O golpe desconsertou o time rubro-negro, e de quem mais se esperava uma jogada a favor, acabou saindo uma contra. Aos 35, Ronaldinho Gaúcho dominou mal uma bola no meio de campo. O lateral-direito Maranhão se aproveitou da falha, pegou a sobra e arrancou em direção à meta adversária. Depois do chute, a bola desviou na defesa e encobriu Felipe que nada pode fazer: 2 a 0.

Ainda no primeiro tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo sacou o jovem Thomás, que pouco criava, para colocar o volante Willians para reforçar a marcação. Essa foi a primeira vez que o camisa 8 rubro-negro entrou em campo depois de quase ter sido dispensado do clube.

Já na etapa complementar, a situação do Flamengo pouco se alterou. As principais peças continuavam omissas, com um leve destaque para Thiago Neves que ainda tentava uma jogada individual ou outra.

Assim a partida foi até o fim, com os donos da casa ensaiando esporádicos contra-ataques, sem sucesso, e o Flamengo, sem um pingo de inspiração, praticamente dando adeus ao título.



Fonte: UOL