Com Seedorf decisivo, Botafogo derrota Fluminennse por 1 a 0 na Arena PE e vira líder

Com Seedorf decisivo, Botafogo derrota Fluminennse por 1 a 0 na Arena PE e vira líder

Os dois times deixaram as estratégias bem claras no começo do duelo

Com Maracanã e Engenhão indisponíveis no Rio de Janeiro, Botafogo e Fluminense optaram por fazer o clássico deste domingo em Pernambuco. O jogo ganhou importância com o andamento da rodada, já que poderia decidir o novo líder do Campeonato Brasileiro. E foi o time alvinegro que aproveitou a chance no final: com um gol de Seedorf no segundo tempo, a vitória por 1 a 0 e a liderança foram conquistadas em Recife. Agora, o Botafogo tem 13 pontos contra 12 do Coritiba. Já o Fluminense parou nos nove, mas ainda está no G-4.

Os dois times deixaram as estratégias bem claras no começo do duelo: o Fluminense queria cadenciar mais o jogo, ter a posse de bola e assim criar chances. Já o Botafogo apostou em contra-ataques e velocidade para surpreender o time tricolor.

Durante os primeiros 20 minutos foi o Fluminense que levou a melhor, até criando chances com Rafael Sóbis e Bruno, mas Jefferson fez as defesas. Porém, também houve momentos em que o toque de bola tricolor foi exagerado, e os torcedores pernambucanos chegaram a vaiar o time.

Realmente o jogo ficou morno e por isso seguiu empatado por 0 a 0 até o intervalo. Mas ficou mais movimentado no começo da etapa final. Já aos 2min, Rafael Marques caiu na área e pediu pênalti. Depois, aos 5min, outra polêmica: Rhayner foi lançado de frente para o gol, mas o juiz marcou impedimento.

E quem estava melhor na etapa final era mesmo o Botafogo, que passou a equilibrar a posse de bola e criou perigo de forma surpreendente com um chute de longe do zagueiro Dória. Diego Cavalieri defendeu. E então aconteceu mais um lance controverso: Sóbis entrou na área de frente para Jefferson, tentou o drible, mas acabou sendo interceptado e pediu pênalti. O juiz mandou seguir.

Durante os minutos finais, os times cansaram e deram espaço para os jogadores chutarem de fora da área, o que fez os goleiros se destacarem. Porém, aos 38min, Seedorf conseguiu balançar a rede com um chute rasteiro e potente. Cavalieri tocou na bola, mas ela entrou mesmo assim.

Fonte: Terra