Com show de Edmundo, Vasco vence o Goiás

Edmundo está a três de igualar o ex-jogador Romário omo o segundo maior artilheiro

Com um show particular de Edmundo, o Vasco deu um importante passo nesta quarta-feira para iniciar a sua arrancada para fugir da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, conseq?entemente da S?rie B em 2009. A equipe da Colina derrotou o Goi?s por 4 a 2, no Serra Dourada, e acabou com alguns tabus. Al?m de deixar a lanterna, ao menos temporariamente, conseguiu acabar com uma seq??ncia negativa de dez jogos sem vit?ria - sendo nove pelo Brasileir?o - e ainda por cima acabou com a invencibilidade do Esmeraldino, time de melhor campanha no segundo turno e que n?o sabia o que era uma derrota em casa h? nove partidas.

Com os dois gols marcados nesta quarta-feira, Edmundo est? a tr?s de igualar o ex-jogador Rom?rio como o segundo maior artilheiro da hist?ria dos Campeonatos Brasileiros. O Animal, que atendeu ao pedido de Renato Ga?cho e assumiu o papel de l?der, tem 151 contra 154 do Baixinho. E com o resultado, o Vasco chegou aos 30 pontos, passando para a 18? coloca??o. O Goi?s permaneceu na nona posi??o, com 45. Na pr?xima rodada, o Vasco vai encarar o Atl?tico-PR, em S?o Janu?rio, no dia 30. Um dia antes, o Goi?s pega o Palmeiras, no Palestra It?lia.

Edmundo volta em grande estilo e marca na etapa inicial

A partida come?ou movimentada, com o Goi?s tomando a iniciativa. Os donos da casa, por?m, n?o chegavam ao gol advers?rio com perigo. O primeiro bom lance do jogo aconteceu aos sete minutos. Paulo Baier passou por um advers?rio na entrada da ?rea e chutou forte. O goleiro Rafael fez a defesa no meio do gol.

O Vasco buscava os contra-ataques, e a defesa parecia bem postada atr?s, principalmente com Fernando, que se antecipava aos atacantes goianos. Aos 12, os cariocas quase abriram o marcador. Ernando recuou mal, e Harlei precisou sair nos p?s de Alex Teixeira para fazer a defesa.

A partir da?, o jogo ficou de igual para igual, mas o Vasco trabalhava melhor a bola no meio-campo. O Goi?s, por outro lado, era apenas correria. Aos 20, em uma jogada bem tramada por Madson, o time carioca abriu o marcador. O meia encontrou Mateus na intermedi?ria. O volante deu um belo drible de

corpo em um defesor goiano e chutou forte para bela defesa de Harlei. Na sobra, a bola caiu no p? direito de Edmundo, que pegou de primeiro e fez um belo gol.

O Vasco poderia ter feito o segundo logo aos 22 minutos se o ?rbitro Leonardo Gaciba n?o tivesse ignorado um p?nalti claro de Paulo Henrique em Mateus. Por?m, aos 28 n?o teve jeito. Alex Teixeira ganhou na corrida do seu marcador, entrou na ?rea e tocou na sa?da de Harlei: 2 a 0.

Parecia que o jogo seria f?cil, mas o setor defensivo do Vasco acabou falhando, e Valmir deixou Iarley ganhar na corrida. O lateral-esquerdo fez falta dentro d? ?rea. P?nalti bem marcado por Gaciba. Paulo Baier cobrou com for?a, mas no meio do gol, e diminuiu para o Goi?s.

Cariocas chegam a ceder o empate, mas Edmundo volta a resolver

O segundo tempo come?ou como terminou o primeiro. O Goi?s em cima do Vasco buscando o gol de empate. Novamente, os cariocas buscavam explorar os espa?os deixados pelos advers?rios para tentar resolver a partida. Aos oito, Paulo Baier tocou para J?lio C?sar, que apenas desviou para o gol. Rafael fez uma bela defesa. Por?m, dois minutos depois n?o teve jeito. Iarley recebeu dentro da ?rea, no meio dos zagueiros, e chutou para deixar tudo igual no marcador.

Mesmo com o empate, os vasca?nos n?o desistiram de buscar a vit?ria. Aos 13 minutos, em uma sa?da r?pida, Edmundo tocou para Jorge Luiz, que avan?ou e encontrou Madson entrando na ?rea pelo lado direito. O meia recebeu e chutou com for?a, entre as pernas de Harlei, para colocar o time carioca de novo em vantagem.

O Vasco cresceu e ainda contou com o apoio dos torcedores cariocas que foram ao Serra Dourada. Em um novo e veloz ataque , Alex Teixeira tocou para Edmundo dentro da ?rea. O Animal tentou o giro, mas foi puxado por Henrique, e a? Leonardo Gaciba n?o ignorou a penalidade. O pr?prio camisa 10

cobrou e ampliou: 4 a 2.

Ap?s o quarto gol, os cariocas passaram a administrar a partida, buscando ampliar o placar nos contra-ataques. Abatido, o Goi?s n?o assustava o gol de Rafael. No fim, a torcida cruzmaltina, que fez um belo papel no Serra Dourada, comemorou o reecontro do Vasco com as vit?rias.

Fonte: Globo Esporte