Com três gols e passe de calcanhar de Falcão, Brasil goleia e vai à final do GP

A vitória do Brasil sobre a Guatemala foi de 8 a 2

Falcão fez três gols e deu uma assistência genial de calcanhar para comandar a vitória do Brasil sobre a Guatemala por 8 a 2, neste sábado, pela semifinal do Grand Prix, em São Bernardo do Campo, São Paulo. A decisão será neste domingo, às 10h30, contra a Colômbia, que venceu o Irã por 4 a 3 com um gol nos últimos segundos. O SporTV transmite ao vivo. O time do técnico Serginho Schiochet vai tentar o oitavo título em nove edições da competição. Assista aos gols e ao passe de calcanhar!

- Conheci o Serginho como jogador e ele sempre priorizou o jogo para frente. Temos que ter o compromisso da marcação, mas sem fugir das nossas características. Queremos tirar um pouco o peso de vestir a camisa da seleção e ele dá essa facilidade para os jogadores que estão chegando. A filosofia é ter um compromisso tático, mas sem perder a alegria de jogar - disse Falcão, elogiando o técnico Sergio Schiochet.


Assim que a bola rolou no ginásio Adib Moises Dib, a Guatemala levou perigo em um contra-ataque, mas o Brasil não se assustou e não demorou a abrir o placar. E a jogada saiu dos pés dele. Falcão deu um passe de calcanhar desconcertante para Sinoê, que só teve o trabalho de tocar de cabeça em cima da linha e fazer 1 a 0.

O camisa 12 queria mais. Deu um lençol no adversário e, ao tentar marcar de lambreta, acabou tocando de calcanhar para defesa fácil do goleiro. Mais efetivo, Leandro limpou o adversário para marcar o segundo do Brasil. Pressionando o adversário, a seleção logo chegou ao terceiro gol em uma bola roubada. Passe para Leandro, que se livrou do adversário para bater bonito e fazer 3 a 0.

A Guatemala diminuiu em cobrança de escanteio. Enriquez bateu e contou com desvio no caminho para vencer Wolverine. Valdin bateu cruzado após cobrança de escanteio, e Pito, em cima da linha, só empurrou para as redes: Brasil 4 x 1. O goleiro guatemalteco tentou surpreender Wolverine, mas o brasileiro estava ligado e evitou um golaço.

No segundo tempo, Falcão fez graça e iniciou uma triangulação fatal com Rodrigo e Valdin, que terminou com o gol do camisa 12: 5 x 1. O goleiro Ramirez fez pênalti em Leandro e foi expulso. Falcão, que estava no banco, entrou para cobrar e marcar o sexto. Mas a Guatemala mostrou que também tem qualidade. Ruiz mostrou muita categoria ao marcar um golaço de cobertura e diminuir a diferença.

No final do jogo, Daniel deu passe para Falcão, que só escorou do lado da trave para chegar ao seu terceiro gol na partida. Em seguida, Falcão retribuiu o presente e deu passe para Daniel fechar o placar em 8 a 2.

Brasil 8 x 2 Guatemala

Gols: Daniel (1), Sinoê (1), Pito (1), Leandro (2) e Falcão (3) para o Brasil; e Ruiz (1) e Enriquez (1) para a Guatemala. Cartão amarelo: Pito (Brasil) Cartão vermelho: Ramirez (Guatemala)

Fonte: globoesporte