Com um a mais, Japão para na retranca grega em Natal e se complica no Grupo C da Copa do Mundo

Com um a mais, Japão para na retranca grega em Natal e se complica no Grupo C da Copa do Mundo

Com o resultado, Japão e Grécia chegam a última rodada com apenas um ponto cada

Com um a mais desde o final do primeiro tempo, o Japão não conseguiu superar a retranca da Grécia e acabou empatando por 0 a 0, pela segunda rodada do Grupo C, nesta quinta-feira. Jogando na Arena das Dunas, em Natal, a seleção asiática teve 68% de posse de bola, finalizou 15 vezes, mas não conseguiu balançar as redes e ficou em situação complicada no Grupo C da Copa do Mundo.

Com o resultado, Japão e Grécia chegam a última rodada com apenas um ponto cada. Para se classificar, os japoneses precisam vencer a Colômbia, já garantida nas oitavas de final do Mundial, e torcer para a Grécia derrotar ou empatar com a Costa do Marfim, deixando a vaga para ser decidida pelo critério de desempate.

Já a Grécia precisa ganhar da Costa do Marfim e torcer para o Japão não vencer a Colômbia. Podendo, assim, avançar em segundo do Grupo C. As partidas acontecem simultaneamente às 17h, na próxima quarta-feira, 24 de junho.

Grécia e Japão fizeram um primeiro tempo aberto, com chances de gol para os dois lados. O Japão, com um ataque rápido e mais posse de bola, criou mais e conseguiu finalizar sete vezes contra a meta defendida por Karnezis. A principal oportunidade dos japoneses saiu do pé de Honda, que bateu falta colocada aos 28min e deu trabalho ao goleiro grego.

A partida que já estava complicada para a Grécia, ficou pior aos 37min ainda da etapa inicial. Katsouranis, meio-campista capitão da equipe, foi expulso de campo após receber o segundo cartão amarelo por um carrinho violento. Apesar de estar com dez jogadores em campp, foi após isso que os gregos conseguiram criar sua principal chance de gol. Aos 39min, Torodidis limpou a marcação e bateu forte, Kawashima se esticou e com a palma da mão conseguiu fazer uma ótima defesar para salvar o Japão.

Mesmo com um a menos, a seleção da Grécia não se abateu e continuou fazendo um jogo aberto, o que proporcionava situações de contra-ataque para o Japão. O melhor deles aconteceu aos 22min, quando Kagawa encontrou Uchida nas costas da defesa, que cruzou para Okubo sozinho, mas o atacante isolou a bola, desperdiçando ótima chance de gol. Percebendo o perigo que sofria, os gregos abriram mão do jogo na metade do segundo tempo e a partida virou ataque contra defesa.

A única oportunidade criada pela Grécia aconteceu de bola parada aos 14min. Karagounis bateu escanteio aberto e Gekas cabeceou no canto, obrigando Kawashima fazer ótima defesa.

Os japoneses martelaram a defesa grega, mas por má pontaria, ou participação do goleiro, a seleção asiática não conseguiu fazer o gol.

Aos 32min, Okubo arriscou da ponta direita e obrigou Karnezis a espalmar para a linha de fundo. Endo e Ushida ainda tiveram ótimas oportunidades no final da partida, mas acabaram finalizando para fora.

Fonte: Terra