Gasto com Neymar faz dívida do Barça superar a dos times brasileiros; saiba

Os números financeiros do Barcelona foram revelados no final de semana, na assembleia do clube.

A aquisição de Neymar aumentou a dívida total do Barcelona em ? 47 milhões (R$ 140 milhões). Segundo apurou o blog, esse alto valor deve-se ao pagamento de multas contratuais, encargos financeiros, luvas ao jogador e até passagens para fechar o negócios, além da parte do Santos, claro. Essas despesas não estavam previstas no orçamento da temporada 2012/2013.


Contratação de Neymar eleva dívida do Barcelona em R$ 140 milhões

Com isso, o débito total do clube atingiu ? 331 milhões (R$ 992,01 milhões), levemente menor do que no ano anterior. É um montante bem superior ao passivo total do Flamengo, em torno de R$ 650 milhões, que é o maior devedor do Brasil.

Ressalve-se que a agremiação catalã tem uma arrecadação anual bem maior do que o seu débito, na casa dos ? 500 milhões. Isso a coloca em situação muito mais confortável do que o time carioca, que ganha, por ano, cerca de um terço do seu passivo.

Os números financeiros do Barcelona foram revelados no final de semana, na assembleia do clube. Um dos documentos apresentados mostrou que o débito do clube catalão seria de ? 284 milhões (R$ 850 milhões) caso não comprasse Neymar.

Explica-se: o total da operação para a aquisição do craque foi de ? 57,5 milhões, como já anunciara o time espanhol. Só que havia apenas ? 10 milhões reservados no balanço do clube para o negócio. O restante só estava previsto para ser pago na temporada de 2014, quando havia um pré-acordo para ocorrer a transferência.

Uma fonte envolvida no negócio revelou que, com a antecipação, foi necessário arcar com encargos financeiros não previstos para levantar os recursos. As luvas do jogador (signing bonus) também elevaram o valor da transferência. Outras despesas foram com comissões e para acompanhamento de Neymar por todos os anos, além de gastos operacionais com passagens e viagens.

Um dado desconhecido até agora é que o Barcelona teve que pagar uma multa contratual por outro jogador que tinha a preferência para contratar. Era o mesmo tipo de preferência a que tinha direito com Neymar. Como optou pelo brasileiro, desistiu do outro atleta e teve de custear o valor por isso.

O clube catalão já mandou um documento com todas essas explicações para o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, que questionara os espanhóis sobre o negócio. Isso porque o time da Baixada Santista só recebeu ? 17,9 milhões pelos direitos do atleta, tendo ainda de dar 40% para o grupo DIS.

Apesar do alto investimento, a diretoria do Barcelona está plenamente satisfeita com a contratação do brasileiro. Entende que, até agora nos primeiros meses, tem corrido tudo perfeito.

Fonte: UOL