Clube na Bélgica contrata bebê de 1 ano e já fala em "novo Messi"

Clube na Bélgica contrata bebê de 1 ano e já fala em "novo Messi"

Bryce precisa de ajuda para vestir uniforme, mas foi inscrito na federação e chegou a time da quarta divisão antes mesmo de aprender a falar "bola"

Bryce Brites tem apenas 2 anos, mas já é jogador de futebol. Ele precisa de ajuda para colocar o uniforme, mas, em campo, mostra que conhece o caminho do gol e sabe até correr para as câmeras, como fazem muitos "colegas" depois de um gol. O garotinho se acostumou ao assédio e aos holofotes depois de virar uma celebridade na Bélgica após ser contratado pelo Racing Boxberg, da quarta divisão, com apenas 1 ano e 8 meses. Atleta mais novo a ser cadastrado na Federação Belga de Futebol, o "bebê jogador" se tornou a maior atração do clube, que tem o avô dele, Claes Jo, como coordenador das categorias de base.

- Sou o coordenador da base e ele mora do outro lado da rua. Sou o avô da criança e ele vem sempre para o clube comigo. Ele começou a jogar com garotos mais velhos e perguntamos à Federação Belga se seria possível inscrever o Bryce. Eles disseram que sim e foi assim que tudo começou - contou o avô, em entrevista ao "Futebol, uma viagem".

Depois da primeira notícia sobre a nova contratação, publicada em um jornal belga em novembro de 2013, a história do garoto correu o país e o mundo. Bryce foi apresentado como o menino que se tornou jogador antes mesmo de aprender a falar "bola". De lá pra cá, foram mais de 180 artigos, o que fez o menino se acostumar com o assédio e a família se encher de orgulho. Sem contar a vitrine para o time belga.

- Ele é o jogador famoso do clube - disse Claes Jo.

Deixando o parentesco de lado e falando como coordenador, o avô diz acreditar que, no futuro, Bryce poderá fazer sucesso no futebol. O menino chama atenção especialmente pela maneira como conduz a bola, apesar da pouca idade.

- A maioria das crianças não consegue correr com a bola tão novos. Mas ele corre com a bola e consegue mantê-la sob controle. Aí você consegue ver que, talvez, ele possa se tornar um jogador mais tarde - avaliou.

Se o garotinho vai seguir carreira, ainda é cedo para dizer. Mas há exemplos na própria Bélgica de quem foi apontado ainda cedo como futuro jogador da seleção e conseguiu chegar lá. O jornalista Wim Vos cita o exemplo do atacante Lukaku, autor dos dois gols da Bélgica contra a Croácia, na partida que garantiu o país na Copa do Mundo no Brasil.

- Ouvi o nome dele pela primeira vez quando ele tinha só 14 anos. Acho que ele estava jogando na base do Anderlescht e o gerente de futebol me disse, quando ele tinha só essa idade: "Fique de olho nesse cara, ele é realmente muito bom e vai ter sucesso". E ele teve - contou.

Candidata a sensação da Copa do Mundo, a Bélgica está no Grupo H, ao lado de Argélia, Coreia do Sul e Rússia.

Fonte: sporttv.com