Copa de 2014 pode atrapalhar Rio 2016, diz relatório

O documento demonstra preocupação da entidade com a proximidade de dois eventos de grande magnitude

A escolha do Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014 pode atrapalhar a candidatura do Rio de Janeiro aos Jogos Olímpicos de 2016, comprova o relatório da comitiva de avaliação do Comitê Olímpico Internacional (COI) divulgado nesta quarta-feira.

O documento demonstra preocupação da entidade com a proximidade de dois eventos de grande magnitude. O principal temor é que o intervalo de dois anos seja insuficiente para uma campanha condizente com uma Olimpíada.

"Do ponto de vista de patrocínios, a comissão expressa alguma preocupação com a capacidade dos patrocinadores dos Jogos ativarem seus programas no Brasil com quatro anos de antecedência, devido a atividade em torno da Copa do Mundo", diz parte do relatório.

A entidade também acredita que a candidatura fez uma previsão conservadora sobre a o rendimento de patrocinadores. "A comissão acredita que a meta de US$ 570 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) de rendimento vindo de patrocinadores olímpicos e para-olímpicos é conservadora, levando em consideração o impacto da Copa do Mundo de 2014".

No sumário do relatório, a entidade mais uma vez voltou a citar a Copa do Mundo como possível complicador. Por outro lado, ressalvou que também há aspectos positivos com a proximidade dos dois eventos.

"Ao mesmo tempo em que a Copa de 2014 irá acelerar a entrega da infra-estrutura prometida e providenciará experiência de organização, ela também representa um desafio a respeito do estratégias de marketing e comunicação dos Jogos de 2016", diz o relatório.

O documento foi formulado depois da visita do comitê avaliador da entidade ás quatro cidades candidatas em abril e maio deste ano. Além da cidade brasileira, concorrem à sede do evento Madri (Espanha), Tóquio (Japão) e Chicago (Estados Unidos). O COI vai divulgar a cidade vencedora no dia 2 de outubro, em Copenhague, na Dinamarca.

Fonte: Terra, www.terra.com.br