Corinthians arranca empate do Inter e perde topo

Corinthians arranca empate do Inter e perde topo

Agora com 55 pontos, perdeu a liderança do torneio para o Vasco, que venceu o Bahia fora e foi aos 57.

Com um gol de falta do ex-colorado Alex, no fim, o Corinthians arrancou empate de 1 a 1 contra o Inter, no Beira-Rio, neste domingo, pela 31ª rodada do Brasileiro. Apesar do ponto conquistado fora de casa, a equipe do técnico Tite, agora com 55 pontos, perdeu a liderança do torneio para o Vasco, que venceu o Bahia fora e foi aos 57.

Já os gaúchos, considerados um dos melhores elencos do País, chegam ao quarto jogo consecutivo de invencibilidade, mas ainda mostram irregularidade para encostar na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores. No momento, o Inter é o sétimo colocado, com 48 pontos, a dois do Fluminense, que, na quinta posição, se classificaria para o torneio continental.

Apesar de movimentado, o primeiro tempo não exigiu grande trabalho dos goleiros. Na melhor intervenção, o corintiano Júlio César teve que defender com os pés um chute de Jô e manteve o placar empatado, retratando bem o equilíbrio até então.

Pouco antes do intervalo, Alessandro foi expulso por dura entrada em Andrezinho e deixou o time paulista em desvantagem numérica. Na etapa final, o Inter tirou proveito do jogador a mais e abriu o placar com Nei, de cabeça, aos 21min do segundo tempo.

Já no fim, aos 43min, D"Alessandro também foi expulso ao receber o segundo amarelo em falta em Alex. Na cobrança, o próprio Alex mandou a bola no canto esquerdo e empatou para os corintianos.

Na próxima rodada, as duas equipes voltam a campo no domingo, dia 30 de outubro. Às 16h (de Brasília), o Corinthians enfrenta o Avaí, no Pacaembu. Às 18h, no Serra Dourada, o Inter mede forças com o Atlético-GO.

O jogo

O jogo começou truncado, com muita marcação no meio e poucos lances ofensivos. Na primeira chegada, o Inter perdeu um gol incrível, aos 12min: Oscar não conseguiu aproveitar um cruzamento rasteiro de Andrezinho, e, desmarcado, se atrapalhou para dominar a bola e concuiu à esquerda do gol, desperdiçando grande oportunidade.

A equipe alvinegra era cautelosa ao partir para o ataque, mas conseguia avançar bem pela esquerda, com o lateral Fábio Santos, de volta ao time após se recuperar de contusão, e a boa movimentação do meia Alex. Do setor, surgiram bons cruzamentos - o melhor deles deixou Paulinho cara a cara com Muriel, mas o volante corintiano cabeceou fraco.

A partida era equilibrada. Aos 27min, o Inter chegou bem com Jô, que recebeu passe no ataque e chutou na saída de Júlio César. Na sobra, o corintiano Paulo André chegou antes que Andrezinho e afastou para longe.

No lance seguinte, os gaúchos tiveram a melhor oprotunidade do duelo até então. Bolatti fez belo toque para Jô na área, que avançou enquanto a zaga paulista pedia impedimento. Livre, o atacante finalizou rasteiro para defesa de Júlio César com a perna.

O Corinthians respondeu aos 35min, quando Willian pegou sobra da zaga e concluiu cruzado. Liedson, sozinho na área, furou o chute e perdeu boa chance. A defesa colorada aproveitou a falha para afastar a bola prontamente.

Já no fim do primeiro tempo, aos 40min, o clube paulista entrou em desvantagem numérica. Alessandro fez falta dura em Andrezinho e foi expulso. O lateral deixou o campo irritado, jogando a faixa de capitão no chão.

Com o novo panorama da partida, os dois times voltaram com alterações depois do intervalo. No Inter, saiu Bolatti para a entrada de João Paulo. No Corinthians, Welder entrou no lugar de Willian.

Apostando em contragolpes, o Corinthians chegou com muito perigo aos 8min, em chegada de Paulinho, que cruzou fechado para firme cebçada de Danilo. O goleiro Muriel caiu bem no canto esquerdo para fazer a defesa.

Na sequência, foi a vez de Júlio César mostrar trabalho. O camisa 1 alvinegro saiu nos pés de João Paulo para impedir que o colorado chegasse em boas condições de finalizar após troca de passes com D"Alessandro.

Aos poucos o Inter tirou proveito do jogador a mais e passou a dominar as ações. A resistência corintiana durou pouco. Aos 21min, Kléber alçou bola da esquerda, Nei apareceu por trás da zaga e cabeceou no canto direito para abrir o placar.

Os paulistas tiveram a melhor chance de empatar aos 27min, quando Alex chutou na barreira uma falta da entrada da área, frontal ao gol de Muriel.

Já no fim, aos 43min, D"Alessandro também foi expulso ao receber o segundo amarelo em falta em Alex. Na cobrança, o próprio Alex mandou a bola no canto esquerdo e empatou para os corintianos.

Fonte: Terra