Corinthians encerra tabu e vence o Grêmio por 2 a 1

Corinthians encerra tabu e vence o Grêmio por 2 a 1

O Grêmio adotou um time reserva para enfrentar o completo Corinthians, só com Ronaldo ausente

O Corinthians conseguiu encerrar um tabu que já durava 11 anos: o de não vencer no Olímpico. Neste domingo, o time paulista derrotou o Grêmio por 2 a 1 e conquistou o seu segundo triunfo no Campeonato Brasileiro.

Preocupado com a decisão da semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio adotou um time reserva para enfrentar o completo Corinthians, que só teve Ronaldo entre os ausentes. E isso ajudou a quebrar o tabu que perdurava desde 1999, ano da última vitória alvinegra no estádio gremista e também a encerrar o bom retrospecto do time gaúcho no Olímpico: desde setembro de 2008 a torcida tricolor não saia derrotada em seu estádio em jogos do Brasileiro.

Com o Brasileiro em seu início - esta é a segunda rodada-, o Corinthians pode terminar como o primeiro colcado isolado caso Avaí e Cruzeiro empatem e Guarani e Palmeiras não vençam seus compromissos. O Grêmio, envolvido com a Copa do Brasil, ainda não conseguiu vencer no Nacional e está na rabeira da tabela de classificação.

No primeiro tempo em que a marcação deu a tônica da partida, quem se deu melhor no placar das chances foi o Corinthians.

Logo aos 5min, o Corinthians fez o primeiro gol da partida depois de Dentinho cobrar escanteio e Ralf subir mais que todos na área e testar para o fundo do gol de Victor. Foi o primeiro gol do volante com a camisa corintiana.

Apesar de ter criado menos chances, foi o Grêmio quem esteve muito mais próximo de fazer outro gol na partida, novamente em uma jogada de escanteio. Só que desta vez a bola veio a meia altura, passou por todo mundo e Leandro, livre, cabeceou nas mãos de Felipe.

No segundo tempo, com Jonas no lugar de Douglas, o Grêmio melhorou. Logo nos minutos iniciais, Leandro novamente assustou o goleiro Felipe ao pegar sobra da zaga e chutar rente à trave direita. Minutos mais tarde foi o substituto Jonas quem arriscou de fora da área para a defesa segura do camisa 1 corintiano.

Depois do sustos, o Corinthians teve um pouco mais de controle do jogo. Apesar de o Grêmio ter passado a chutar mais a gol quem saiu para a comemoração foi novamente o time visitante.

Dentinho escapou pela esquerda e cruzou rasteiro. Victor não pegou, Bruno Collaço furou e Souza teve calma para dar um leve toque para fazer o segundo do Corinthians, seu segundo no Brasileiro.

Em mais uma troca de Silas, o Grêmio conseguiu descontar. Jonas serviu Maylson, substituto de Hugo, que se livrou da marcação de William e chutou na saída de Felipe. Sem conseguir ser mais perigoso, pesou o fato de apenas os reservas estarem em campo.







Fonte: Terra, www.terra.com.br