Corinthians descarta substituir Jorge Henrique e inicia conversas para renovar com Sheik

Além da questão financeira, a comissão técnica alvinegra não vê no mercado atletas aptos a desempenhar a mesma função de Jorge Henrique.

Internamente, o Corinthians admite que a saída de Jorge Henrique para o Internacional não era esperada. Caso o episódio de indisciplina não tivesse ocorrido, a comissão técnica nem sequer cogitaria abrir mão do atleta, considerado muito importante no esquema de Tite. Apesar disso, o clube descarta contratar uma peça de reposição por enquanto.

Além da questão financeira, a comissão técnica alvinegra não vê no mercado atletas aptos a desempenhar a mesma função de Jorge Henrique, que ficou conhecido pelo seu poder de fechar espaços na marcação. ?A saída do Jorge não implica em nenhuma reposição, mas estamos atentos a características parecidas com as dele no mercado. Sei que é muito difícil um atleta fazer o que o Jorge fazia?, afirmou Edu Gaspar, gerente de futebol do Corinthians.


Corinthians descarta substituir Jorge Henrique e inicia conversas para renovar com Sheik

O Corinthians também já começou a estudar a renovação do vínculo de Emerson Sheik, cujo contrato vence no final do ano. ?Fizemos uma conversa informal. Deixamos o Emerson bem à vontade. Falamos algumas ideias que temos. É um atleta bem importante, vem dando frutos desde sua chegada. Ele está muito feliz aqui, isso é importante. Vamos esperar um pouco mais para tomar uma decisão?, declarou Edu.

Com a saída de Jorge Henrique, o clube considera que manter Emerson Sheik no elenco é fundamental, já que, do contrário, perderia dois atletas não só ídolos da torcida, mas fundamentais na composição do time.

Campeão da Copa do Brasil, do Brasileirão, da Libertadores e do Mundial de Clubes pelo Corinthians, Jorge Henrique recebeu tratamento de ídolo em sua saída. Além das palavras de Tite na entrevista coletiva, o site oficial do clube paulista publicou uma nota com o título "Obrigado, Jorge Henrique".

Jorge Henrique foi afastado do elenco profissional do Corinthians em 9 de maio. Depois de uma série de casos de indisciplina, a comissão técnica perdeu a confiança e parou de contar com o atacante, que foi titular da equipe que ganhou o Mundial de Clubes no fim do ano passado.

O episódio que determinou a situação, segundo o diário Lance!, foi uma mentira contada a Tite na véspera da semifinal do Paulista, contra o São Paulo. Jorge Henrique teria dito que passou a noite com o filho no hospital, mas na verdade teria ido a uma balada, o que desagradou o treinador.

Fora dos planos, Jorge Henrique foi sondado pelo Colorado e a pedida inicial assustou. Depois de um recuo estratégico, o Inter enviou o diretor executivo Newton Drummond para São Paulo. Na capital paulista, o cartola acertou a negociação com o Corinthians e investidores que detém uma fatia dos direitos do jogador.

Fonte: UOL