Corinthians é impedido de treinar no local do jogo, mas insiste

O treinador corintiano e parte da diretoria foram ao local depois do horário do almoço

Por conta da chuva na região de Guayaquil, no Equador, a direção do Emelec determinou que os jogadores do Corinthians só poderão pisar no gramado do Estádio George Capwell, local da partida desta quarta-feira, no momento do confronto pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Tite, porém, não concordou com a determinação da equipe equatoriana.

O treinador corintiano e parte da diretoria foram ao local depois do horário do almoço, nesta terça, e constataram que a chuva não prejudicou o gramado como a direção do Emelec alega, suficiente para impedir o reconhecimento de campo que seria feito nesta noite.

"Fui agora juntamente ao Edu (Gaspar, gerente de futebol) para comprovar e não ficar apenas falando. O gramado tem todas condições de fazer reconhecimento. É um direiro do Corinthians, é o que determina a lei. Queremos fazer a melhor preparação possível", afirmou o treinador, sem esconder o descontentamento.

O clima criado pelo clube equatoriano não agrada Tite, que faz questão de ponderar que a vitória será conquistada dentro das quatro linhas, no dia do jogo, e não na véspera. "Vamos tentar. Se não for possível, vamos treinar em outro lugar. Mas (o jogo) será decidido dentro do campo", afirmou.

Caso seja mesmo vetado o reconhecimento corintiano ao gramado do George Capwell, a delegação alvinegra seguirá para a Cidade Desportiva Carlos Perez, local onde o time já treinou nesta segunda-feira.

Fonte: Terra, www.terra.com.br