Timão empata com Bragantino por 1 a 1 e deixa liderança

Timão empata com Bragantino por 1 a 1 e deixa liderança

Serginho marcou para o Bragantino aos 2min do primeiro tempo

Um gol sofrido logo aos 2min e uma expulsão no segundo tempo atrapalharam o Corinthians na busca pela quinta vitória consecutiva neste início de temporada e pela manutenção da liderança do Campeonato Paulista. No Pacaembu, o time alvinegro não passou de um empate por 1 a 1 com o Bragantino neste domingo, pela quinta rodada estadual, e deixou a primeira posição da tabela, agora pertencente ao Bragantino.

Serginho marcou para o Bragantino aos 2min do primeiro tempo, e o Corinthians só conseguiu empatar aos 5min da etapa final, com o meia peruano Luis Ramírez em um chute de fora da área. As duas equipes terminaram a partida com dez homens, uma vez: o zagueiro Murilo Henrique recebeu o vermelho e desfalcou os interioranos no final do primeiro tempo, enquanto o meia-atacante corintiano Vitor Júnior foi expulso aos 24min da segunda etapa, quando os mandantes buscavam a virada.

Além de perder o aproveitamento de 100% no Estadual, o Corinthians terminou a rodada fora da liderança. A equipe de Tite somou seu 13º ponto no campeonato e deixou o Paulista no topo da classificação: o time de Jundiaí possui a mesma pontuação, mas leva a melhor no saldo de gols: 8 a 5. Já o Bragantino, que venceu apenas uma vez até agora, ficou com cinco pontos.

Falhas e pressão:

Uma sequência de falhas logo nos minutos iniciais da partida ajudou o Bragantino a sair na frente do marcador no Estádio do Pacaembu logo aos 2min de jogo. Após falta cobrada da intermediária direta para a área, a zaga corintiana não conseguiu afastar, o goleiro Júlio César rebateu e Leandro Castán pegou mal na bola na tentativa de dar um chutão. Resultado: Serginho pegou a sobra e bateu para o gol, deixando os visitantes em vantagem.

O gol gerou reclamação por parte dos corintianos alegando posição irregular no ataque adversário, mas o Corinthians mesmo assim foi para o ataque. Os comandados de Tite tiveram inúmeras chances, e as melhores delas saíram em chutes de longa distância. Alê se esforçava para espalmar e manter o Bragantino em vantagem, e assim o fez com finalizações perigosas de Leandro Castán aos 7min e de Jorge Henrique aos 29min.

Mais perigo ainda levou o atacante Liedson, que quase conseguiu empatar aos 37min, mas sua cabeçada após escanteio cobrado da direita passou rente à trave, para fora. O único momento de comemoração para a torcida no Pacaembu se deu aos 44min, quando o zagueiro Murilo Henrique recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, deixando o Bragantino com um a menos.

Empate e baque

O Corinthians voltou para o segundo com a mesma postura da etapa inicial e seguiu pressionando o Bragantino, mas não demorou a igualar. Contando com 11 homens em campo contra 10 dos rivais, os anfitriões contaram com um chute de fora da área de Ramírez aos 5min para empatar. O peruano pegou firme e o goleiro Alê até chegou na bola, mas não conseguiu espalmar para fora e viu a bola morrer nas redes.

Tite, em busca da vitória, resolveu deixar o Corinthians mais ofensivo e sacou o lateral esquerdo Ramon para promover a entrada do meia-atacante Vitor Júnior. Motivados, os corintianos continuaram ofensivos em busca da virada e criaram boas oportunidades - uma incrível foi desperdiçada por Jorge Henrique, que apareceu sozinho na cara do gol após cruzamento de Gilsinho, mas chutou para fora aos 15min.

Apesar de tanta pressão, a equipe corintiana sofreu um grande baque aos 27min: apenas 13 minutos depois de entrar em campo, Vitor Júnior recebeu dois cartões amarelos e foi expulso pelo árbitro. O jogador, recém-contratado, deixou o campo chorando.

Com o mesmo número de jogadores em campo, o Bragantino conseguiu se segurar melhor defensivamente e até a levar certo perigo para o gol de Júlio César. Nenhuma das duas equipes, porém, conseguiu marcar o segundo gol e alcançar a vitória.

Tanto Corinthians como Bragantino serão visitantes na próxima rodada, a sexta do Campeonato Paulista. Os atuais campeões brasileiros pegarão às 22h (de Brasília) de quarta-feira o Mogi Mirim, no Estádio Romildão, enquanto o time de Bragança Paulista terá duelo contra o Ituano às 17h no Novelli Jr., em Itu.

Fonte: Terra