Corinthians enfrenta o Vasco com o ataque em crise de gols

Danilo e Willian são os recordistas, com 20 e 15 jogos de jejum,

O Corinthians precisará de gols para recuperar a liderança do Campeonato Brasileiro, contra o Vasco, neste domingo, às 16h, em São Januário. Mas jogar sem o artilheiro Liedson, machucado, e o destaque Emerson, suspenso, não será nada fácil para a equipe de Tite. Os quatro jogadores de ataque do Timão no confronto diante dos cariocas vivem um longo jejum sem balançar as redes.

No ataque, quem mais sofre com a falta de gols é Willian que, curiosamente, chegou a brigar com o Levezinho pela artilharia alvinegra na competição. O jogador não marca há 15 jogos. O último saiu no dia 14 de julho, quando anotou na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no Pacaembu, momento em que o Timão disparava na liderança. Ele tem cinco no total.


Corinthians enfrenta o Vasco com o ataque em crise de gols

- Claro que fazer gols tem um gosto especial, mas eu fico feliz também por colaborar de outras formas, ajudando na marcação, sendo obediente taticamente. Isso facilita para o meio de campo, para os zagueiros. Fico feliz também por participar dos passes para os gols. Tenho a cabeça erguida por ajudar sempre. O pensamento é coletivo ? afirmou Willian, que caiu de rendimento e chegou a ir para a reserva no momento de instabilidade alvinegra.

Claro que fazer gols tem um gosto especial, mas eu fico feliz também por colaborar de outras formas"

Willian

Com três gols no Brasileirão, Jorge Henrique também não tem números expressivos. Apesar de continuar sendo idolatrado pela torcida, o baixinho acumula atuações ruins e só está escalado pelas ausências de Emerson e Liedson. O atacante não marca desde 3 de agosto, na vitória por 2 a 1 sobre o América-MG, no Pacaembu. Depois disso, são 12 jogos em branco.

Os armadores escalados por Tite para o duelo no Rio de Janeiro são outros em crise com as redes. Danilo, principal destaque do Corinthians nas primeiras rodadas do torneio, acumula nada menos que 20 partidas de jejum. O último gol dele aconteceu na goleada por 5 a 0 sobre o São Paulo, dia 26 de junho, na capital paulista. A produção do meia, aliás, despencou neste período e ele virou reserva. Tem dois no total.

Independentemente de quem jogue, o Corinthians tem problemas com o ataque nesta última parte do Campeonato Brasileiro. Setembro foi um mês de seca para o Alvinegro, coincidindo com o período em que a equipe perdeu a liderança. Nos últimos seis jogos, o Timão marcou apenas quatro gols, sendo que dois deles foram feitos na mesma partida por Liedson ? 2 a 1 sobre o Flamengo. O desempenho coloca o Corinthians com o sétimo melhor ataque da competição, com 37 gols. O melhor é o Coritiba, com 44.

Os corintianos estão longe até da briga pela artilharia. Liedson é o melhor colocado com nove gols, seguido pelo volante Paulinho, com seis. Borges, do Santos é absoluto até o momento, com 19. Leandro Damião, do Internacional, e Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, aparecem logo abaixo, com 13.

Alex, com três, é quem marcou há menos tempo, mas com números nada agradáveis para um jogador que atua com funções ofensivas. O meio-campista, reforço mais caro do Corinthians em 2011 (R$ 14 milhões), fez um gol na vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, em Ipatinga, dia 17 de agosto. Depois disso, foram sete rodadas sem fazer.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com