Corinthians faz 2 gols em 4min e vence Atlético-PR

Corinthians faz 2 gols em 4min e vence Atlético-PR

O Corinthians segue na liderança do Campeonato Brasileiro.

Era para ser fácil, mas não foi. O Corinthians marcou dois gols com quatro minutos de jogo, porém dormiu no segundo tempo e permitiu a reação do Atlético-PR. Os 37 mil torcedores presentes no Pacaembu, neste domingo, sofreram, mas a equipe alvinegra ganhou por 2 a 1, com gols de Paulinho e Emerson Sheik, enquanto Paulo Baier diminuiu para os visitantes.

Só a sorte mesmo para compensar o sono corintiano no segundo tempo. Nieto e Paulo Baier acertaram a trave de Julio Cesar. Na finalização de Nieto, a bola ainda tocou na linha do gol e não entrou.

O triunfo mantém o time de Parque São Jorge na liderança, com 61 pontos. A rodada ajudou, com as derrotas de Fluminense e Flamengo. Vasco e Botafogo se enfrentam às 19h.

Já o Atlético-PR segue na zona do rebaixamento, com 34. De alento, o Ceará perdeu em casa para os reservas do Santos, e continua com 35 pontos.

No primeiro gol, logo aos 2min, Willian cruzou, Liedson fez o papel de pivô e ajeitou a bola para Paulinho, que invadiu a área e bateu no canto do goleiro Renan.

Dois minutos depois, Danilo puxou contra-ataque pela esquerda e rolou para Emerson Sheik, que chutou de fora da área, no canto direito de Renan.

Muito mais ligado no jogo e levando a melhor na maioria das divididas, os donos da casa se aproveitaram da desorganização defensiva dos paranaenses na etapa inicial.

Antonio Lopes adotou o 4-3-3 como esquema tático, com Guerrón, Adailton e Marcinho no ataque e Paulo Baier na meia. O problema é que ficou um buraco no meio, bem explorado por Ralf e Paulinho.

O domínio foi total para os corintianos na etapa inicial, e o terceiro gol não sai por erros de finalização.

Na volta para o segundo tempo, Nieto entrou no lugar de Adaílton. Na sua primeira participação, cruzou rasteiro na área, Paulo Baier aproveitou o rebote de Julio Cear e estufou a rede, colocando o Atlético no jogo novamente

Apesar de toda pressão do time de Curitiba, com as bolas na trave, o Corinthians se segurou sob chuva. Adriano entrou as 33min, mas praticamente não pegou na bola.



Fonte: UOL