Corinthians vai jogar com portões fechados na Libertadores 2013

Corinthians vai jogar com portões fechados na Libertadores 2013

A medida é cautelar. Significa que vai ficar valendo até que se tome uma decisão final

O Corinthians disputará suas partidas da Taça Libertadores sem o apoio da torcida em consequência da morte de um jovem boliviano de 14 anos que foi atingido por um sinalizador disparado por um membro da torcida do time paulista durante a partida de quarta-feira contra o San José, informou a Conmebol.

A medida é cautelar. Significa que vai ficar valendo até que se tome uma decisão final, o que deve ocorrer, segundo a entidade, em até 60 dias.

"As partidas do Corinthians como mandante serão disputadas de portões fechados. Nos jogos que o clube disputará como visitante, seus torcedores não terão acesso a ingressos", disse nesta quinta-feira o porta-voz da Conmebol, Nestor Benítez (veja a classificação e calendário da Libertadores).

Trata-se da primeira medida tomada pela entidade desde a morte do jovem Kevin Beltrán, que foi atingido no olho por um sinalizador disparado desde o setor reservado para a torcida do Corinthians.

O clube já vendeu 82.500 ingressos para os três jogos da fase de grupos que fará em casa em 2013 --o primeiro é na quarta, ante o Millonarios. A equipe ainda não se pronunciou, mas deixou claro que tem condições de ressarcir todos os torcedores que compraram ingressos. Até as 23h desta quinta-feira, o Corinthians disse que ainda não havia sido comunicado oficialmente, mas na nota já é sabido que o clube terá três dias de prazo para apresentar a defesa.

O drama ocorreu pouco depois do gol do Corinthians, marcado aos 5 minutos de jogo pelo peruano Paolo Guerrero, durante a partida que terminou empatada em 1 a 1.

Benítez ainda disse que a punição será mantida até que a polícia boliviana esclareça os fatos que provocaram a morte do torcedor.

"Os dirigentes do Corinthians têm um prazo de três dias para apresentar sua defesa", completou o porta-voz.

Pouco depois do incidente, a policia aprendeu 12 torcedores do Timão que permanecem detidos na delegacia de Oruro, cidade situada a 240 km ao sul da capital La Paz.

O polícia boliviana declarou nesta quinta-feira ter fotos que provam que o sinalizador foi disparado foi disparado por um torcedor corinthiano.


Corinthians jogará sem torcida após morte na Bolívia, afirma Conmebol

Corinthians jogará sem torcida após morte na Bolívia, afirma Conmebol

Um canal de TV da Bolívia exibiu imagens que mostram o momento em que o sinalizador é lançado pela torcida do Corinthians que estava no estádio em Oruro. Não é possível identificar se é o artefato que matou o torcedor do San José.

Fonte: UOL