Corinthians lidera e média aumenta sem grandes astros

Corinthians lidera e média aumenta sem grandes astros

Pelas mais diversas razões, as principais estrelas do futebol brasileiro não entraram em campo no fim de semana.

Na terceira rodada do Campeonato Brasileiro, faltaram "astros", sobraram gols (média de três por jogo, a maior entre as três jornadas realizadas até aqui) e a ponta da tabela não se alterou, continuando nas mãos do Corinthians. Mesmo sem o lesionado Ronaldo, a equipe paulista bateu em casa neste domingo o Fluminense por 1 a 0, mantendo-se como a única com 100% de aproveitamento dos pontos disputados na competição.

Pelas mais diversas razões, as principais estrelas do futebol brasileiro não entraram em campo no fim de semana. Fora Ronaldo, contundido na panturrilha, também estava machucado Adriano, que com dores na coxa não participou da vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Grêmio Prudente, também no domingo, no Estádio do Maracanã.

Nessa partida não atuou ainda o volante Kléberson, que já viajou a Curitiba para se juntar à Seleção Brasileira, que se prepara para a Copa do Mundo no Centro de Treinamento do Atlético-PR.

Devido ao mesmo motivo Gilberto e Robinho ficaram fora da rodada. O lateral esquerdo só pôde ver pela televisão o Cruzeiro buscar um empate por 2 a 2 com o Guarani em Campinas, onde os mandantes fecharam o primeiro tempo vencendo por dois gols de vantagem.

Já o atacante assistiu ao Santos obter a primeira vitória no Campeonato Brasileiro ao fazer 2 a 1 no Atlético-GO em Goiânia. Para esse desafio, o técnico Dorival Júnior não contou também com Neymar e Paulo Henrique, punidos por terem chegado atrasado à concentração na madrugada da última sexta-feira.

Equipes sem nenhum desses desfalques, Avaí, Palmeiras, Botafogo e Ceará se aproveitaram para continuar na caça ao Corinthians. Todos irão à quarta rodada com sete pontos, dois atrás do líder, enquanto o Atlético-MG, também perto da ponta, soma seis.

Neste domingo, o Avaí confirmou a boa fase ao bater o Vasco por 2 a 0 em Florianópolis. Após a estreia do técnico Celso Roth, o time carioca continuou com um ponto na penúltima colocação - não segura a lanterna graças ao Goiás, que ainda não pontuou sob o comando de Emerson Leão.

No sábado, a equipe esmeraldina visitou o Botafogo e perdeu por 3 a 0. Apesar da atuação segura, os mandantes também tiveram motivos para lamentar, visto que Caio e Herrera trocaram empurrões nos minutos finais e acabaram expulsos, ficando fora da partida da próxima quarta-feira, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Com dois gols de Ewerthon, que brilhou depois de receber uma multa por um problema semelhante ao de Neymar e Ganso, o Palmeiras ganhou do Grêmio por 4 a 2. Na possível despedida do Estádio Palestra Itália, que deve ser fechado para reformas, os anfitriões ajudaram a elevar a boa média de gols da rodada: no total, 30 foram marcados, contra 28 e 27 das jornadas anteriores da competição.

Os outros times que sonham com a liderança da tabela confirmaram o mando de campo neste domingo. Com um gol de Washington aos 47min do segundo tempo, o Ceará venceu o Vitória; com tentos de Diego Tardelli, Muriqui e Ricardinho, o Atlético-MG bateu o Atlético-PR por 3 a 1.

Prévia da Libertadores

O domingo ainda serviu para a realização de uma prévia do que o futebol brasileiro viverá depois da Copa do Mundo, mais precisamente em 28 de junho e 4 de agosto, quando Internacional e São Paulo se enfrentarão pelas semifinais da Libertadores.

Mesmo atuando no Beira-Rio, os comandados de Ricardo Gomes bateram o rival gaúcho por 2 a 0, com direito a um gol de Fernandão, saudado pela torcida colorada antes de a bola rolar. Foi a primeira vez que o atacante balançou as redes nos três jogos dos quais participou desde que deixou o Goiás.

Fonte: Terra