Corinthians perde para o São Caetano com Adriano na torcida

Corinthians perde para o São Caetano com Adriano na torcida

Já classificado, o clube do Parque São Jorge (35 pontos) pode perder a terceira colocação na tabela

O centroavante Adriano teve seu primeiro contato com a torcida do Corinthians neste domingo, no Pacaembu, mas não trouxe sorte à sua nova equipe. Com a torcida do novo reforço e do ex-atacante Ronaldo nas tribunas, o time alvinegro foi derrotado em casa por 2 a 1 pelo São Caetano e viu seu jejum de partidas sem vitórias no Campeonato Paulista aumentar para três rodadas - antes, havia empatado com o Botafogo-SP e perdido do São Paulo.

Já classificado, o clube do Parque São Jorge (35 pontos) pode perder a terceira colocação na tabela para o Santos (34), que enfrenta ainda neste domingo o Americana, fora de casa. Já o São Caetano, com a vitória, chegou a 26 pontos, pulou para o oitavo lugar e entrou na zona de classificação para as quartas de final.

O grande destaque da partida no Pacaembu foi o centroavante Eduardo, do São Caetano, que marcou um gol de pênalti e outro após drible desconcertante em Leandro Castán. Paulinho diminuiu para o Corinthians com um chute de longe, mas o time da capital não conseguiu o empate - no primeiro tempo, jogou mal e criou poucas chances, enquanto no segundo, parou em grande atuação do goleiro Luiz.

O jogo

Sem o lesionado Jorge Henrique e os suspensos Dentinho e Alessandro, o técnico Tite abriu mão do esquema com dois homens abertos no ataque e escalou a equipe em um 4-4-2 tradicional, com Morais e Ramírez na armação e Willian e Liedson na frente. Do outro lado, o São Caetano veio com três zagueiros e apenas o centroavante Eduardo na frente, apoiado por Antônio Flávio e Aílton.

Pouco acostumado ao sistema de jogo e errando inúmeros passes no meio de campo, o time alvinegro começou mal. Sem conseguir se impor na partida, a equipe da capital saiu atrás no placar logo aos 9min: o ala direito Artur ganhou jogada no ataque após bate-rebate, invadiu a área e foi derrubado por Leandro Castán. Eduardo bateu o pênalti no canto esquerdo e fez 1 a 0 São Caetano.

Mesmo desorganizado no ataque, o Corinthians se lançou à frente e perdeu boas chances de empatar. Aos 12min, Paulinho bateu da entrada da área e a bola passou perto da trave; dois minutos depois, Fábio Santos cruzou da esquerda, o goleiro Luiz foi mal no lance e Morais não conseguiu o cabeceio, desperdiçando ótima oportunidade.

Júlio César teve que trabalhar aos 20min e fez grande defesa após cabeçada de Artur, mas o lance já estava invalidado por impedimento. Com péssimas atuações dos meias Morais e Ramírez, o Corinthians vivia de bolas esticadas para os atacantes - principalmente Liedson, que se mexia muito e buscava o jogo, mas não recebia em condições de finalizar.

Insatisfeito com o desempenho da equipe, Tite trocou Moradei por Moacir na lateral direita, mas a alteração surtiu pouco efeito e o time alvinegro seguiu desajustado. A melhor chance do empate veio aos 40min: Willian cruzou da esquerda e Ramírez subiu sozinho para o cabeceio na área, porém, mesmo sem marcação, mandou por cima do travessão. Dois minutos depois, Liedson sairia cara a cara com o goleiro após lançamento de Morais, mas o árbitro pegou falta do camisa 9 no lance.

O Corinthians voltou com Bruno César na vaga de Ramírez no meio de campo, e imediatamente ficou mais dinâmico. Logo aos 4min, o ex-titular - já vendido para o Benfica e com saída marcada para o meio do ano - recebeu na entrada da área, arriscou para o gol e mandou para fora.

Apesar da leve melhora, o Corinthians sofreu o segundo gol aos 10min, após grande jogada de Eduardo. Sozinho na frente, o camisa 9 pegou sobra da zaga, enfiou a bola entre as pernas de Leandro Castán e bateu com categoria na saída de Júlio César, que nada pôde fazer.

Após fazer 2 a 0, o time do ABC se fechou totalmente na defesa e os donos da casa passaram a encontrar ainda mais dificuldade para criar jogadas. Aos 12min, uma forte chuva começou a cair no Pacaembu, deixando o toque de bola ainda mais complicado. Mesmo assim, o time corintiano foi para cima e teve oportunidades: aos 19min, Willian girou na área e bateu para ótima defesa de Luiz; no rebote, Bruno César finalizou sem ângulo e o goleiro novamente espalmou.

Logo Luiz se tornou protagonista do jogo, praticando grandes defesas para segurar o Corinthians. Aos 22min, Danilo cabeceou à queima-roupa e o goleiro defendeu; na sequência do lance, Bruno César acertou voleio e parou em nova intervenção espetacular. Aos 32min, foi a vez de Chicão ver sua cobrança de falta defendida pelo goleiro do time visitante.

Com 35min, porém, Luiz ficou indefeso contra um chute de longe de Paulinho, que desviou na defesa e tirou totalmente o goleiro do lance. Após diminuir a desvantagem, o Corinthians seguiu pressionando até o apito final - porém, parou na marcação forte e nos erros de finalização.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 1 x 2 São Caetano

Gols

Corinthians: Paulinho, aos 35min do 2º tempo

São Caetano: Eduardo, aos 9min do 1º tempo e aos 10min do 2º tempo

Corinthians

Júlio César; Moradei (Moacir), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Morais (Danilo) e Ramírez (Bruno César); Liedson e Willian. Técnico: Tite

São Caetano

Luiz; Thiago Martinelli, Jean Rolt e Anderson Marques; Artur, Augusto Recife, Souza (Erandir) e Bruno Recife; Aílton e Antônio Flávio (Renatinho); Eduardo (Ricardo Conceição). Técnico: Ademir Fonseca

Cartões amarelos

Corinthians: Leandro Castán

São Caetano: Jean Rolt, Augusto Recife, Souza, Bruno Recife e Luiz

Árbitro

Robério Pereira Pires

Local

Estádio do Pacaembu, São Paulo (SP)

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com