Corinthians pode levar multa de até R$ 100 mil por sinalizadores na Vila

O Corinthians será enquadrado no artigo 213-III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)

O Corinthians será julgado pelos sinalizadores atirados por seus torcedores no gramado da Vila Belmiro durante empate por 1 a 1 com o Santos, no último domingo, resultado que deu o título do Campeonato Paulista ao Timão. O árbitro Guilherme Ceretta de Lima relatou o ocorrido na súmula, e o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP) decidirá a possível punição ao clube na próxima segunda-feira. A multa pode variar de R$ 100 a R$ 100 mil.

- Informo que a partida foi paralisada aos 40 minutos do segundo tempo devido à utilização de sinalizadores no local onde se encontravam os torcedores da equipe do Corinthians, sendo que três desses sinalizadores caíram no campo de jogo, próximo a meta defendida pela equipe do Santos. Reiteramos que a paralisação foi de dois minutos - escreveu o juiz da partida.

Por conta do episódio, o Corinthians será enquadrado no artigo 213-III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê o seguinte: ?Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo. Caso a desordem, invasão ou lançamento de objeto seja feito pela torcida da entidade adversária, tanto a entidade mandante como a entidade adversária serão puníveis, mas somente quando comprovado que também contribuíram para o fato?.

A morte do torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada na partida entre San José e Corinthians, em Oruro, pela Libertadores da América, fez que o Tribunal de Justiça de São Paulo apresentasse uma resolução para coibir o uso de fogos de artifício nos estádios paulistas.

Fonte: Globo Esporte