Corinthians prepara oferta de empréstimo por Alexandre Pato

Corinthians prepara oferta de empréstimo por Alexandre Pato

Empresário de Pato não descarta a volta dele ao Brasil, mas dirigente do Milan nega esta possibilidade

O Corinthians prepara uma proposta pelo atacante Alexandre Pato, 22 anos, e deve enviar ao Milan, em breve, uma oferta de empréstimo pelo jogador. A diretoria alvinegra vai propor um empréstimo de um ano, pagando metade dos salários do atacante. Hoje, na Itália, Pato recebe o equivalente a R$ 800 mil por mês.

O interesse surgiu em abril, quando o diretor-adjunto de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, confirmou a intenção de abrir as portas para Pato. A oferta agrada ao atacante, que na última temporada viveu seu pior momento desde que saiu do Internacional, em 2007. Ele teve uma série de lesões musculares e credita parte do fracasso na recuperação ao departamento médico do Milan, por achar que os italianos apressaram sua volta a campo e pularam etapas médicas.

Convocado pelo técnico Mano Menezes para defender a Seleção nos quatro amistosos entre os dias 26 de maio e 9 de junho, Pato está na Itália. Empresário do atacante, Gilmar Veloz, não descarta a vinda. "O Corinthians é um grande clube, ele vai se preparar para os próximos jogos e, depois, vamos ver o que vamos fazer", disse o agente do jogador.

Por outro lado, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, rechaça qualquer possibilidade de liberar o atacante. O dirigente ressalta que Pato não voltará para o Brasil tão cedo. "O Milan não vai negociar Pato, seja por empréstimo ou transferência. Ele continua no clube para a próxima temporada, vai se recuperar aqui. Isto é 100% certo", afirmou.

Apesar da negativa, o Corinthians não perde as esperanças de contar com o jogador. Tite e a diretoria sabem da necessidade de contar com um centroavante de alto nível para o segundo semestre. Por isso, o clube vai tentar convencer o Milan de que devolverá o atacante, em julho de 2013, em condições físicas muito melhores do que as atuais.

Quem conduz a negociação é o gerente de futebol Edu Gaspar, mesmo que ficou à frente da investida pelo holandês Clarence Seedorf, também do Milan, no ano passado.

Fonte: Terra