Corinthians bate Atlético-PR por 2 a 1

O treinador Mano Menezes foi alvo de protestos por parte da torcida corintiana

Quatro dias depois da frustrante eliminação na Copa Libertadores, o Corinthians teve dificuldades, mas bateu o Atlético-PR por 2 a 1 de virada no Pacaembu na estreia das duas equipes no Campeonato Brasileiro. Souza, que entrou no segundo tempo, e Ronaldo marcaram para os donos da casa, que terminaram a partida com dois jogadores a mais (o goleiro Neto e o meia Paulo Baier foram expulsos).

O Pacaembu ainda refletia neste domingo a eliminação na Libertadores diante do Flamengo. O time alvinegro jogou para um público razoável e não escapou de ouvir o coro "não é mole não, o Brasileiro virou obrigação" antes de a bola rolar. Pressionado, o Corinthians dominou o primeiro tempo, mas tinha dificuldades para criar chances reais de gol.

Um chute de longe de Jorge Henrique que passou perto da trave do goleiro Neto e uma finalização prensada de Danilo, após belo passe de Ronaldo, levantaram a torcida no Pacaembu. A situação parecia que iria melhorar para o Corinthians quando o veterano Paulo Baier, que já tinha amarelo, tocou a bola com o braço e foi expulso, deixando os visitantes com um a menos aos 41min.

Mas foi justamente quando a equipe de Mano parecia que iria aumentar a pressão que o Atlético-PR, que até então só havia assustado em cabeçada de Chico, abriu o placar. O estreante Wagner Diniz, emprestado pelo São Paulo, cobrou falta da esquerda e a bola passou por toda a defesa antes de morrer no fundo das redes do goleiro Felipe.

Os dois times voltaram com alterações para o segundo tempo. Alessandro deu lugar a Souza no Corinthians, enquanto Javier Toledo saiu para a entrada de Netinho no time rubro-negro. Os donos da casa partiram para cima. Aos 3min, Danilo chutou, Neto defendeu e, no rebote, Elias carimbou Bruno Costa, desperdiçando ótima chance. Pouco depois, foi a vez de Roberto Carlos parar duas vezes no goleiro rival. O gol de empate parecia questão de tempo. E saiu aos 14min dos pés do criticado Souza, que chutou colocado após corta-luz de Ronaldo.

Após o empate, o Atlético-PR se soltou mais e o jogo ficou aberto. A equipe paranaense, porém, se complicaria novamente aos 25min. Dentinho recebeu grande passe de Chicão e foi derrubado pelo goleiro Neto, que levou o vermelho direto. Com dois a menos, o time rubro-negro se fechou em duas linhas de quatro, enquanto o Corinthians se lançou para o ataque. O gol do triunfo alvinegro saiu aos 38min. Souza foi empurrado por Alan Bahia na área. Pênalti, que Ronaldo converteu.



O Corinthians volta a campo no próximo domingo, quando visita o Grêmio no estádio Olímpico. No mesmo dia, o Atlético-PR tenta a recuperação diante de outro rival paulista, o Guarani, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 2 x 1 Atlético-PR

Gols

Corinthians: Souza, aos 14min, e Ronaldo, aos 38min do segundo tempo

Atlético-PR: Wagner Diniz, aos 45min do primeiro tempo

Ponto Forte do Corinthians

Pressionou o tempo todo até encontrar os gols na etapa complementar

Ponto Forte do Atlético-PR

Conseguiu abrir o placar mesmo com um a menos e mostrou consistência defensiva

Ponto Fraco do Corinthians

Dificuldade para criar chances no primeiro tempo e falhas no jogo aéreo na defesa

Ponto Fraco do Atlético-PR

Mesmo no 11 contra 11, mostrou muita falta de criatividade no primeiro tempo

Personagem do jogo

Souza. Criticado pela torcida, o atacante entrou no segundo tempo e mudou a partida

Lance polêmico

Na expulsão de Paulo Baier, os atleticanos reclamaram que o jogador foi empurrado antes de tocar a mão na bola

Os atleticanos reclamaram muito do lance do pênalti sobre Souza, alegando que o jogador simulou

Esquema Tático do Corinthians

4-4-3

Felipe; Alessandro (Souza), Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf (Iarley), Elias e Danilo (Jucilei); Dentinho, Ronaldo e Jorge Henrique. Técnico: Mano Menezes

Esquema Tático do Atlético-PR

4-4-2

Neto; Leandro, Rhodolfo e Bruno Costa; Wagner Diniz, Chico, Alan Bahia (Alex Mineiro), Paulo Baier e Márcio Azevedo; Marcelo (João Carlos) e Javier Toledo (Netinho). Técnico: Leandro Niehues

Cartões Amarelos

Corinthians: Danilo e Souza

Atlético-PR: Paulo Baier, Alan Bahia e Leandro

Cartão Vermelho

Atlético-PR: Paulo Baier e Neto

Público: 9.237 pagantes

Árbitro

Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)

Local

Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br