Corinthians tem seu pior ataque desde 2004

Corinthians tem seu pior ataque desde 2004

O baixo aproveitamento do Fenômeno, autor de apenas dois em nove jogos, reflete diretamente

O Corinthians só continuará vivo no Campeonato Paulista se vencer o São Paulo, neste domingo, às 16h, no Pacaembu. Mas, para que isso aconteça, o Timão precisará de gols, algo não tão frenquente na atual temporada. Há dois jogos sem balançar as redes e com Ronaldo em baixa, o Alvinegro tem o pior desempenho de seu setor ofensivo desde 2004, ano que passou sem títulos.

O baixo aproveitamento do Fenômeno, autor de apenas dois em nove jogos, reflete diretamente no restante do time. Em 19 partidas até agora na temporada, o Corinthians marcou apenas 25 gols (21 pelo Campeonato Paulista e quatro pela Taça Libertadores), média de 1,31 por confronto. Dentinho é o principal artilheiro, com cinco, seguido pelo volante Elias, com quatro.

O clube só esteve abaixo disso em 2004, quando anotou somente 21 no mesmo período. O rendimento ruim do setor fez a equipe decepcionar em todas as competições. No Paulistão, o time foi apenas o 16° colocado. Já na Copa do Brasil, caiu nas oitavas de final, sendo batido pelo Vitória-BA. A reação só veio no Brasileirão. Depois muito sofrimento, a equipe arrancou na chegada do técnico Tite e terminou em quinto lugar.

Nos anos seguintes, já contando com os reforços de peso da conturbada era MSI, o ataque só melhorou. Em 2005, foram 36 gols em 19 partidas. O número cresceu um ano depois, com os 41 anotados pelo argentino Tevez e sua trupe. Até mesmo em 2007, ano do rebaixamento, o poder ofensivo do alvinegro foi maior nas primeiras partidas ? 36.

Nas mãos de Mano Menezes, o rendimento também não começou dos mais empolgantes, em 2008, com 27 gols marcados. O desempenho, contudo, melhorou no ano passado. Ronaldo entrou apenas no 12° jogo, mas o Timão chegou a 33. Pouco depois, o clube conquistou os títulos do Paulistão e da Copa do Brasil, garantindo o retorno à Taça Libertadores.

Caso passe em branco no clássico deste domingo, o Corinthians não se complicará ainda mais na briga por uma vaga nas semifinais como também igualará um recorde negativo da era Mano. Desde a vinda do treinador, em apenas duas vezes o clube ficou sem marcar em três jogos consecutivos. A primeira foi nos empates por 0 a 0 contra São Paulo, Sertãozinho e Mirassol, no Paulistão de 2008. A segunda, no Brasileiro de 2009, aconteceu diante de Avaí (0 a 0), Náutico (0 a 1) e Flamengo (0 a 1).

Agora, o jejum também preocupa. O Corinthians perdeu por 2 a 0 para o Grêmio Prudente e por 1 a 0 para o Paulista, caindo da quarta para a sexta colocação do Estadual, com 26 pontos, dois a menos que a Portuguesa, última a se classificar neste momento.

Curiosamente, o Corinthians investiu pesado nos últimos anos para reforçar o ataque. Além de Ronaldo, o clube buscou Jorge Henrique, Souza e Iarley, todos com salários elevados e chegando ao clube depois de boas campanhas em outras equipes. O único a agradar, porém, é Dentinho, formado nas categorias de base e escalado ao lado do Fenômeno para pegar o Tricolor.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com