Corinthians trabalha em reformulação mesmo sem saber se Tite fica em 2014

A informação é que o treinador, mesmo com os recentes maus resultados, cumprirá o seu contrato com o Corinthians, que vai até o fim deste ano.

Após a reunião desta quinta-feira, o discurso da cúpula corintiana era um só: a demissão de Tite sequer foi cogitada. A informação é que o treinador, mesmo com os recentes maus resultados, cumprirá o seu contrato com o Corinthians, que vai até o fim deste ano. E, mesmo sem qualquer previsão sobre uma possível renovação de contrato para 2014, a diretoria já tem ido ao mercado atrás de novos jogadores para iniciar o planejamento do ano que vem.


Corinthians trabalha em reformulação mesmo sem saber se Tite fica em 2014

A intenção, independentemente dos resultados da reta final de 2013, é rejuvenescer o elenco. Danilo, Douglas, Fabio Santos, Paulo André e principalmente Alessandro são os que mais tem sentido a sequência de jogos e podem dar espaço para novas peças. O primeiro passo já foi dado com as chegadas Diego Macedo e Rodriguinho, e outros jovens valores devem reforçar o elenco.

"A renovação é uma coisa que a gente já vem pensando e não é de hoje. Seja lá o que for que for acontecer, se formos campeões, ou não, isso já faz parte do planejamento, trazer novos jogadores", disse o diretor de futebol do clube, Roberto de Andrade, responsável por atender a imprensa após a reunião realizada no CT Joaquim Grava.

O "novo" Corinthians pode não ter o comando de Tite. Além das próprias declarações de que três anos à frente de um clube são mais do que suficientes, o treinador agora sofre também com o desgaste e o cansaço.

"É difícil você estar trabalhando, se esforçando, pensando no Corinthians 24 horas e os resultados não aparecerem. Você acaba ficando um pouco para baixo e em algum momento ele ficou chateado e achou que não era capaz", analisou Andrade, lembrando que a decisão sobre Tite será tomada após o término da temporada.

"O Tite tem uma posição um pouco diferente dos outros treinadores. Temos que ver o queremos de melhor para o Corinthians e para a vida do Tite. A gente não pode esquecer que ele é um ser humano e pode ter outras vontades. Quando terminar o contrato, a gente senta como sempre faz em qualquer situação e conversa para saber como ficarão as coisas", finalizou.

Fonte: UOL