Corinthians trabalha para fechar com novos medalhões

Corinthians abre mão do "bom e barato" e trabalha para fechar com novos medalhões

O Corinthians apostou na contratação dos pouco conhecidos Weldinho e Edenilson para reforçar seu elenco para o Campeonato Brasileiro. Porém, é em negócios como os que culminaram com as chegadas de Adriano, Emerson e Alex que o clube paulista pretende guiar sua política de reforços nos próximos meses. Esse, pelo menos, é o pedido do técnico Tite.

?Nós precisamos de jogadores, não apenas apostas, mas que tenham qualidade para competir, disputar posição e dar à equipe o poderia técnico e a experiência necessária?, explicou o treinador corintiano.

O grande desejo da diretoria corintiana era o meia Clarence Seedorf. O presidente Andrés Sanchez contou com ajuda de Ronaldo Fenômeno e enviou um pré-contrato para o jogador. O holandês, no entanto, preferiu fechar um novo acordo e permanecer defendendo o Milan.

Sem concretizar o negócio, os dirigentes corintianos passaram a trabalhar com o nome de Douglas, que atualmente está no Grêmio, mas que brilhou pela equipe alvinegra em 2008 e 2009. Apesar do pedido do técnico Tite, o treinador Renato Gaúcho ironizou a possibilidade de perder seu camisa 10.

?O Corinthians tem uma chance de tirar o Douglas do estádio Olímpico (pausa). É só levar uma foto dele. Com todo o respeito ao clube, ao dinheiro que possam oferecer, mas sinceramente, não vão levar. Vão ficar na saudade, só lamento?, afirmou Renato.

Enquanto não consegue os tão sonhados reforços de peso, Tite aguarda, pelo menos, a estreia dos que já foram contratados. Emerson Sheik deve ser o primeiro deles. Segundo os cálculos do treinador corintiano, o atacante deve ser liberado em até três semanas, estando apto a jogar contra o Santos, no próximo dia 19.

A estreia de Alex depende da antecipação da janela de transferências no Brasil, já que o atleta estava defendendo o Spartak Moscow, da Rússia. Caso isso não aconteça, o meia poderá entrar em campo pelo Corinthians somente a partir de agosto.

Já Adriano, que era a grande esperança para assumir a camisa 9 após a aposentadoria de Ronaldo, teve de operar o pé e não deve voltar aos gramados antes de setembro.

Enquanto os dirigentes trabalham na busca de novos nomes, o Corinthians faz os últimos preparativos para a partida deste domingo, às 16h, contra o Coritiba, em Araraquara. Neste sábado, a equipe faz o último treinamento, já no estádio Fonte Luminosa, antes de encarar o atual campeão paranaense.

Fonte: UOL