Corinthians vacila e cede empate ao Mogi Mirim pelo Paulista

Corinthians vacila e cede empate ao Mogi Mirim pelo Paulista

O Corinthians deixou escapar a vitória na noite desta quarta-feira

O Corinthians deixou escapar a vitória na noite desta quarta-feira. Em partida disputada no Estádio Romildão, o clube do Parque São Jorge, jogando com um atleta a mais em campo desde os 13min do primeiro tempo, cedeu o empate por 1 a 1 para o Mogi Mirim, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Emerson anotou o gol do time do Parque São Jorge, enquanto Hernane, artilheiro do Estadual, igualou o marcador no duelo no interior.

Erro infantil permite que Corinthians abra o placar

Dono de um estilo de jogo paciente e eficiente, o Corinthians se beneficiou de um erro do lateral Edson Ratinho para ter a primeira grande chance na noite desta quarta-feira. Aos 12min, Paulinho fez grande jogada pelo lado direito e cruzou na medida para Liedson. O centroavante corintiano passou pela marcação e dividiu a bola com o goleiro Anderson. Contudo, antes dela entrar no gol, Edson Ratinho colocou a mão na bola. Pênalti e cartão vermelho para o jogador.

Na cobrança, ao invés de Alex, Emerson ficou sob a responsabilidade de executar a penalidade. Com categoria, o camisa 11 pegou a bola e arrematou firme, no canto esquerdo do goleiro Anderson. Gol que tirou o ímpeto do Mogi Mirim e permitiu ao Corinthians impor o ritmo cadenciado do clube do Parque São Jorge, especialmente por conta da vantagem numérica de jogadores.

A princípio, o time comandado por Tite mostrou-se determinado a resolver a partida ainda na primeira etapa. Aos 18min, Welder recebeu no bico da área e cruzou na medida para Liedson. O camisa 9 do Corinthians cabeceou firme e exigiu uma grande intervenção do camisa 1 adversário para evitar a dilatação do marcador.

A partir de então o Corinthians diminuiu o ritmo de jogo. O clube de Parque São Jorge passou a administrar o marcador e investir em contra-ataques. Entretanto, até o final do primeiro tempo, o time alvinegro pecou no acúmulo de erro de passes, os quais prejudicaram a estratégia dos visitantes.

Corinthians diminui ritmo e sofre o empate

Pensando em manter o resultado e em se poupar, o Corinthians diminuiu ainda mais o ritmo na segunda etapa. O Mogi, por outro lado, acreditou na possibilidade do empate, se soltando mais, apesar de contar com apenas dez jogadores em campo. Logo aos 7min, Felipe deu um belo corte em Alex pela ponta esquerda e chutou firme. Júlio César, bem colocado, evitou o perigo.

Os susto acordou o clube do Parque São Jorge. Aos poucos, o Corinthians impôs novamente a presença ofensiva do início de partida. Aos 20min, Alex soltou a bomba, em cobrança de falta da entrada da área, e exigiu uma grande defesa de Anderson. A chance registrou a melhora corintiana em campo, e acuou ainda mais o Mogi Mirim.

Tite colocou Elton e Edenílson em campo, e a dupla quase foi responsável pelo segundo gol do time alvinegro. O volante fez grande jogada e tocou para Fábio Santos, que dividiu com o zagueiro. A bola sobrou para Élton, que arrematou firme de pé direito e exigiu grande defesa de Anderson.

A falta de ímpeto ofensivo, contudo, puniu o Corinthians no final do jogo. Aos 41min, Roni soltou a bomba de fora da área e viu Júlio César rebater para a frente. No rebote, Hernane, sozinho, tocou para as redes e anotou seu sétimo gol no Campeonato Paulista. Tento que confirmou o vacilo corintiano no interior paulista.

Fonte: Terra