Corinthians vence, mantém luta por G-4 e afunda Bahia na zona da degola

Corinthians vence, mantém luta por G-4 e afunda Bahia na zona da degola

O Timão se manteve na briga por vaga na Taça Libertadores e afundou ainda mais o time baiano na zona de rebaixamento

O Corinthians recorreu à experiência e foi recompensado com uma vitória fundamental sobre o Bahia, por 2 a 1, neste domingo, na Fonte Nova, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com um gol de Renato Augusto nos minutos finais, o Timão se manteve na briga por vaga na Taça Libertadores e afundou ainda mais o time baiano na zona de rebaixamento – as chances de fuga do Tricolor da Série B diminuem a cada rodada.

Há jogadores que não precisam estar o tempo inteiro em campo para resolver. Danilo é um que trata partidas decisivas como se fossem comuns. Com poucos minutos em campo, o experiente meia do Corinthians fez grande jogada e abriu o caminho para o gol da vitória. Antes, Malcom havia aberto o placar no primeiro tempo. Kieza marcou o gol do Bahia.

O Corinthians vai aos 60 pontos e fica provisoriamente na quinta colocação – pode cair para sexto se o Atlético-MG vencer o Figueirense na noite deste domingo. O Bahia continua com 31, a cinco da Chapecoense, o primeiro time fora da zona da degola.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), em partidas fora de casa. O Bahia enfrenta o Criciúma, em confronto direto na luta contra o rebaixamento, enquanto o Corinthians vai a Belém enfrentar o Goiás.

O jogo

O Corinthians esperava um Bahia no ataque, e foi o que Charles Fabian tentou escalando dois laterais de cada lado (Galhardo e Railan na direita, Pará e Guilherme Santos na esquerda). O time da casa teve mais posse de bola por boa parte do primeiro tempo, mas faltou qualidade para jogadas que furassem a defesa corintiana. Mano Menezes, com razão, fez o Timão aguardar a melhor oportunidade para surpreender em um contra-ataque.

Foi justamente num lance rápido que os visitantes abriram o placar. Quando o Bahia mais pressionava, Cássio mostrou que os treinos diários de reposição de bola deram resultado. Num longo lançamento do goleiro, Malcom dominou e bateu de esquerda, levando os alvinegros ao 1 a 0, com 24 minutos de partida.

O Tricolor só conseguiu responder na bola parada, quando Galhardo travou grande duelo com Cássio. O lateral do Bahia quase fez um gol olímpico, enganando os corintianos e acertando o travessão.

No segundo tempo, o Corinthians demorou a engrenar. Tocou a bola de lado, deixou o jogo morno ao estilo de Mano Menezes, mas não deu um chute sequer nos primeiros 25 minutos. Num filme que se repete com frequência em 2014, o Timão deixou o rival empatar para só depois acordar. William Barbio, uma das apostas de Charles para o segundo tempo, encontrou Kieza na área para marcar 1 a 1.

Só aí Mano se mexeu. Lançou Danilo e Gustavo Tocantins. Não foi preciso muito tempo para os dois aparecerem. Danilo, novamente decisivo, cruzou na cabeça de Renato Augusto: 2 a 1, aos 38 minutos. Nos pés da experiência, o Timão sobrevive por mais uma rodada no Brasileiro.

Fonte: Globo Esporte