Corinthians vence, mas gol de Vagner Love leva Flamengo às quartas de final

Corinthians vence, mas gol de Vagner Love leva Flamengo às quartas de final

O Timão venceu o Fla por 2 a 1, mas amargou a eliminação da Libertadores no Pacaembu

O Corinthians venceu o Flamengo por 2 a 1, mas amargou a eliminação da Libertadores em pleno Pacaembu na noite desta quarta-feira. O time carioca havia ganho o jogo de ida pelo placar mínimo no Maracanã e avançou por conta do gol marcado fora de casa.

David, contra, e Ronaldo balançaram as redes no primeiro tempo e deixaram a equipe paulista viva na luta pelo título do principal torneio de seu centenário. No entanto, Vagner Love descontou na etapa complementar e assegurou a classificação.

Nas quartas de final, o Flamengo encara o vencedor do duelo entre Universidad do Chile e Alianza Lima, do Peru, que fazem o jogo de volta nesta quinta-feira. Na ida, mesmo fora de casa, os chilenos levaram a melhor e venceram por 1 a 0.

Empurrado pela torcida, o Corinthians controlou os nervos e dominou o primeiro tempo. No esquema 4-3-3 (Jorge Henrique ficou com a vaga de Jucilei) e com Ronaldo mais participativo, o time alvinegro mantinha a posse de bola e criava sucessivas chances para abrir o placar.

Bruno evitou enquanto pôde. Defendeu bomba de Roberto Carlos e chute cruzado de Ronaldo de dentro da área. Aos 27min, porém, Danilo cruzou, a bola bateu em David e matou o goleiro: 1 a 0. Mais 11 minutos e Dentinho cruzou na medida para Ronaldo ampliar de cabeça. A equipe rubro-negra tentou responder. Na melhor chance, Vagner Love recebeu lançamento e foi travado por Felipe na hora do chute.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Kleberson no lugar de Vinícius Pacheco. E, logo aos 4min, o meio-campista deu belo passe para Love bater na saída de Felipe e descontar. O clima foi de tensão no Pacaembu após o gol. O Corinthians tentava chegar, mas enfrentava dificuldades. Chicão tentou de falta e a bola passou perto da trave de Bruno.

A equipe de Mano assustou novamente aos 16min. Dentinho tabelou com Ronaldo e bateu com perigo. Em seguida, o técnico trocou Jorge Henrique por Iarley e Elias por Jucilei. No Flamengo, Adriano tentou duas vezes, mas errou o alvo. Aos 32min, Vagner Love recebeu de Léo Moura e perdeu grande chance de empatar. Pouco depois, deu lugar a Fierro.

Os minutos finais foram dramáticos. Aos 37min, Ronaldo quase marcou de cabeça novamente - desta vez a bola bateu na trave. Os donos da casa ainda tentaram pressionar (Chicão parou em linda defesa de Bruno nos acréscimos), mas não evitaram a nova queda na Libertadores. Diferentemente de 2006, quando houve vandalismo e tentativa de invasão do gramado, a torcida corintiana aplaudiu a equipe apesar da eliminação.











Fonte: Terra, www.terra.com.br