Corinthians vence São Paulo e segue em segundo  lugar

Corinthians vence São Paulo e segue em segundo lugar

O Corinthians não se intimidou na casa do adversário e construiu o triunfo com um gol em cada tempo.

O ?olé? da torcida no final da partida foi o resumo da euforia do Corinthians. Na tarde deste domingo, com uma vitória incontestável por 2 a 0 sobre o São Paulo, no estádio do Morumbi, o Timão segue na cola do líder do Campeonato Brasileiro - o Fluminense venceu o Vasco por 1 a 0. Mas tem mais do que isso a comemorar. Até porque dificultou os planos do rival em relação à vaga na Libertadores e aumentou para 11 o número de jogos sem perder do Tricolor (sete vitórias e quatro empates). Elias e Dentinho foram os heróis.

Os destaques do clássico deste domingo não são novidade para os corintianos. Nem para os são-paulinos. Autor do primeiro gol do triunfo alvinegro, Elias costuma se dar bem contra o rival do Morumbi. Em sete jogos foram cinco gols. Média impressionante. Já Dentinho, que fez o segundo, jamais perdeu para o Tricolor.

A vitória levou o Corinthians aos 60 pontos, um a menos que o Flu. Já o São Paulo, com os mesmos 50 de antes, não consegue se aproximar do G-4 e ainda pode perder a oitava colocação para o Atlético-PR, que encara o Flamengo esta noite.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a de número 35, o São Paulo joga contra o Vasco, domingo, dia 14, às 17h, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. O Corinthians, por sua vez, tem um confronto direto na briga pelo título. Recebe o Cruzeiro, no estádio do Pacaembu, às 19h30 do sábado, dia 13.

Quem tem Elias...

Era uma decisão. Tanto para o Corinthians, que busca o título, quanto para o São Paulo, na briga por uma vaga na Libertadores. E nos primeiros minutos, as duas equipes mostraram bem a ?cara? dos seus treinadores. Do lado de Carpegiani, ataque atrás de ataque. Do lado de Tite, cautela defensiva.

Apesar de a postura tricolor ser mais ofensiva, os donos da casa demoraram a encontrar espaço para finalizar. Quando arriscavam de longe, o goleiro Julio Cesar não tinha com o que se preocupar. Enquanto isso, o Corinthians, que começou com Dentinho na vaga de Iarley, buscava os contra-ataques.

dentinho elias corinthians gol são pauloJogadores do Corinthians comemoram o gol de Elias (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Ajudado pelo São Paulo, que abusava dos erros de passe, o Timão conseguiu criar alguns contragolpes, mas parou nas defesas de Rogério Ceni, como em chute de Dentinho aos 16 minutos. Aliás, os goleiros roubavam a cena no jogo. Julio Cesar, por sinal, salvou o Corinthians em boa finalização de Lucas, o melhor do Tricolor.

Os são-paulinos poderiam até achar que, pelo volume, o time estava melhor em campo. Mas o Corinthians, quando encaixa uma jogada, é muito mais perigoso. Na realidade, fatal. Foi assim aos 30 minutos. Jucilei deu ótimo passe em profundidade para Elias chutar cruzado da direita da grande área, sem chances para Ceni.

O gol marcado pelo volante evitou que os goleiros fossem os únicos protagonistas do primeiro tempo. E mais: mostrou ao Timão que o melhor caminho era mesmo pela direita, nas costas de Diogo, escolhido por Carpegiani para o lugar do titular Richarlyson, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Dentinho se emociona

Para tentar acabar com a ?Avenida Diogo?, o técnico Paulo César Carpegiani mudou o São Paulo no intervalo. Colocou o experiente Jorge Wagner no lugar do garoto. Mudou também na contenção do meio-campo. Sacou Casemiro e escalou Ilsinho, que assumiu a lateral direita e mandou Jean para ser volante. O Timão não mudou.

Com Jorge Wagner e Ilsinho em campo, o São Paulo passou a aproveitar melhor as jogadas pelas laterais. Uma saída contra a boa marcação dos volantes alvinegros. A mudança promovida por Carpegiani deixou o Tricolor mais rápido também. Melhor para Ricardo Oliveira, que passou a ser mais servido pelos companheiros.

A pressão tricolor em busca do empate foi grande. Mas o Corinthians, quando tinha a bola, se mostrava perigoso. Faltava apenas melhorar a finalização. Em relação ao primeiro tempo, o jogo melhorou. O torcedor pode ver muito mais chances de gol e uma movimentação intensa de todos os setores das duas equipes.

Aos poucos, porém, o Corinthians conseguiu esfriar o jogo e conter a pressão. Perdeu, por outro lado, mobilidade no meio-campo após Tite sacar Bruno César para a entrada de Danilo. Mas o São Paulo só não empatou aos 35 minutos porque do outro lado estava Julio Cesar, que fez linda defesa em chute de Jorge Wagner.

Mas quem conseguiu marcar foi o Timão. Mais eficiente, o time aproveitou o jogo aberto do São Paulo e fez 2 a 0 aos 39 minutos. Alessandro entrou em velocidade pela direita da grande área e cruzou para Dentinho completar: 2 a 0. Em seu segundo jogo após cinco lesões seguidas, o atacante se emocionou com o feito. No final, a Fiel ainda calou os tricolores com um sonoro ?olé?.

Fonte: Terra, www.terra.com.br