Corintiano afirma que "mala branca" é uma palhaçada

Corintiano afirma que "mala branca" é uma palhaçada

Sanches rechaça mala branca na reta final

Assunto recorrente nos últimos dias, a possibilidade de haver mala branca nesta reta final de Campeonato Brasileiro também mereceu comentários do presidente do Corinthians, Andrés Sanches. O dirigente alvinegro, envolvido na disputa do título nacional, considera difícil que isso aconteça no futebol do hoje. Mas o pior para ele é ver como as pessoas que estão no esporte são tratadas.

- Tudo isso é uma palhaçada, todo ano é a mesma história. Pelo que conheço, dificilmente alguém entrega o jogo. Infelizmente, cobram os clubes, colocam a gente como bandido... Isso não é justo. Mas o Corinthians também tem culpa, poderia ter ganhado os seus jogos e não precisar de ninguém - disse Sanches, em entrevista à "Rádio Jovem Pan".

Outro assunto que sempre toma conta do noticiário na reta final do Campeonato Brasileiro é o STJD (e seus julgamentos). Nesta semana, o tribunal puniu o Corinthians por causa de uma confusão envolvendo torcedores corintianos e palmeirenses no clássico do dia 28. Para Sanches, a decisão de obrigar o Timão a jogar a mais de 100km de São Paulo foi injusta.

- Isso eu acho um absurdo. Se nós somos tudo dizem por aí, bandidos, desonestos, contrato 20 pessoas para fazer bagunça, cuspir nos outros, só para o adversário ser punido. O Corinthians fez tudo o que tinha que fazer, está tudo documentado. Por causa de meia dúzia de boçais que fizeram aquilo no Tobogã (do Pacaembu), o Corinthians foi punido. Mas acredito no tribunal ainda e acho que vamos conseguir mudar essa decisão.

Em segundo lugar com 60 pontos, um a menos que o líder Fluminense, o Corinthians viverá uma situação que certamente não gostaria: torcer para rivais regionais. Nas quatro últimas rodadas, o Flu terá pela frente Palmeiras e São Paulo. Alguma chance de Andrés Sanches a camisa alviverde e a do Tricolor Paulista? Jamais.

- Vestir a camisa nunca, mas lógico que por dentro eu vou estar torcendo. Se a vitória deles vai nos ajudar, não tem problema algum.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com