Corintianos são presos no Grande Parque Central

Neste momento, torcedores e seguranças aguardam a chegada da Polícia local para uma definição sobre qual atitude será tomada

Dois corintianos passaram dos limites e foram presos no Estádio Grande Parque Central, em Montevidéu, palco do duelo entre Racing e Corinthians nesta quarta-feira, às 21h50, pela Copa Libertadores.

Embriagados, eles arrombaram um dos camarotes do estádio na tentativa de furtar uma bandeira do Nacional-URU, clube que é dono do Parque Central.

A entrada de pouco mais de 20 torcedores havia sido liberada para que conhecessem as instalações, tirassem fotos e visitassem as tribunas. O fato manchou a imagem da torcida alvinegra, que deve colocar cerca de 500 representantes no estádio, nesta quarta-feira.

"Tentamos ser o melhor anfitrião possível, abrimos o estádio para que eles conhecessem o local. Sabemos que não é atitude de todos os torcedores, mas agora teremos um prejuízo para consertar o local, que pertence a um de nossos torcedores do Nacional" afirmou Alejandro, que se identificou como um dos responsáveis pela administração do Parque Central.

Neste momento, torcedores e seguranças aguardam a chegada da Polícia local para uma definição sobre qual atitude será tomada.

Fonte: Terra
logomarca do portal meionorte..com