Coritiba bate Atlético-PR com dois gols de Alex e comemora tetra

Coritiba bate Atlético-PR com dois gols de Alex e comemora tetra

Clube comemora o tetra no Paraná

Durante a semana, Alex disse que estava devendo em clássicos paranaenses desde que voltou ao Coritiba. Ele já tinha feito três gols nestes jogos, mas queria mais. E conseguiu: neste domingo, na decisão do Campeonato Paranaense, fez dois gols e decidiu a vitória por 3 a 1 sobre o rival Atlético-PR, que manteve a equipe sub-23 no estadual. Como o primeiro jogo tinha sido 2 a 2, o resultado dá o tetracampeonato seguida para o Coritiba, que não comemorava quatro conquistas consecutivas desde 1974.

Uma falha individual complicou a missão do Coritiba logo aos 5min do primeiro tempo: Hernani avançou com a bola na intermediária e chutou fraco, de longo. Mas o goleiro Vanderlei falhou ao tentar defender e sofreu o gol.

O resultado daria o título para o Atlético-PR e por isso o Coritiba ficou nervoso em campo. Mas então apareceu Alex para dar tranquilidade ao time da casa: primeiro, aos 29min, ele aproveitou sobra na área para empatar o jogo. Depois, aos 40min, Alex aproveitou cruzamento de Victor Ferraz e chutou para o gol, mas Santos defendeu. O rebote ficou de novo com o meia, que marcou seu segundo gol no jogo.

Desde o começo do segundo tempo, o Coritiba tentou esfriar a partida e administrar a vitória, mas o Atlético-PR tinha mais pressa e, mesmo desorganizado, passou a criar chances. Aconteceu aos 7min, por exemplo, quando Robinho ficou com uma sobra na área, driblou bonito, mas chutou para longe do gol.

Mas o Coritiba tinha Alex e ele estava inspirado. Aos 16min, Gil rolou pela esquerda para o meio, que mandou a bola no travessão. Aos 27min, ele também tentou um belo gol, após passe de Rafinha, mas falhou por querer encobrir o goleiro Santos. Já aos 39min, foi Deivid que acertou o poste, após roubar a bola dentro da área.

Nervoso por precisar do resultado e ainda sofrer pressão, o Atlético-PR ainda teve Zezinho expulso, por falta dura em Rafinha, aos 40min. Com um a mais, o Coritiba ainda conseguiu ampliar a vantagem no placar: aos 46min, Geraldo marcou o terceiro gol e decretou de vez a festa alviverde.

Fonte: Terra, www.terra.com.br