Coritiba e Atlético-PR empatam por 1 a 1 no Paraná

A Polícia teve que entrar em ação para conter alguns tumultos nas arquibancadas

Em um cl?ssico mais quente nas arquibancadas do que dentro de campo, Coritiba e Atl?tico-PR empataram por 1 a 1, na tarde deste domingo, no Couto Pereira. A Pol?cia teve que entrar em a??o para conter alguns tumultos nas arquibancadas do est?dio, ofuscando o que poderia ser uma boa partida no maior cl?ssico paranaense.

O resultado n?o ? bom para as duas equipes. ? pior para o Furac?o, que segue em 16?, com 28 pontos, correndo risco de entrar na zona de rebaixamento no decorrer da rodada, se Fluminense ou Portuguesa vencerem Botafogo ou Santos, respectivamente. O Coxa passa a somar 41 pontos, em oitavo lugar, a cinco pontos do G-4.

Os pr?ximos compromissos das equipes no Brasileir?o ? no s?bado. O Coxa recebe o Internacional enquanto o Atl?tico visita o Santos. Antes disso, o Furac?o entra em campo nesta ter?a, mas pela Copa Sul-Americana, contra o Chivas, na Arena da Baixada.

Os dois t?cnicos esconderam e apresentaram surpresas nas escala?es. No Furac?o, Pedro Oldoni come?ou como titular ao lado de Rafael Moura. No Coxa, Ariel Nahuelpan barrou Marlos no ataque. O argentino coxa-branca quase alcan?ou um cruzamento de Jo?o Henrique no primeiro minuto da etapa, que teve pouqu?ssimas chances de ambos os lados.

O time rubro-negro come?ou a aparecer bem a partir dos 19 minutos. Primeiro, com Oldoni, que arriscou de fora da ?rea para boa defesa de Vanderlei. Depois, em cobran?a de falta de Fernando, em que o goleiro alviverde se esticou para espalmar. Mas a melhor oportunidade foi para o Coritiba, aos 38. Ricardinho cruzou da ponta esquerda para Keirrison cabecear para o ch?o. Ariel quase se antecipou a Galatto, que salvou o Furac?o (assista ao v?deo com o lance). O Coxa ainda perderia duas boas chances: com Jo?o Henrique, que recebeu passe de Ariel, mas isolou aos 39; e com Ricardinho, que mandou para fora, de longe.

Na volta para o segundo tempo, o Furac?o pressionou o Coxa e quase abriu o placar em duas oportunidades. Primeiro, Valencia bateu de longe, e Vanderlei defendeu. Depois, Rhodolfo acertou a trave ao escorar de cabe?a um escanteio. Aos dez minutos, de tanto insistir, a bola rubro-negra acabou entrando. Em cobran?a de falta, Netinho levantou na ?rea para Chico cabecear. Tamb?m de cabe?a, Rafael Moura surpreendeu Vanderlei e mandou para as redes.

A alegria dos rubro-negros durou exatos 11 minutos, e foi influenciada pelas mudan?as dos dois treinadores. Dorival J?nior trocou Rodrigo Heffner e Jo?o Henrique por Thiago Silvy e Marlos. Geninho preferiu fechar, tirando Oldoni para a entrada de Alan Bahia. Se aproveitando de um erro de passe de Valencia, Marlos foi ? linha de fundo pela esquerda e cruzou para Ariel, de carrinho, empatar para o Coxa. Na dividida, o goleiro Galatto levou a pior e saiu lesionado, dando vaga a Vin?cius. No decorrer do jogo, o Coxa criou as melhores chances, mas n?o conseguiu a virada.

Fonte: Globo Esporte