Corpo de Bombeiros faz novas exigências para o Lindolfo Monteiro

A obra de reforma do estádio está orçada em R$ 186.954,98.

O Corpo de Bombeiros realizou vistoria no estádio Lindolfo Monteiro e fez novas exigências para o que espaço seja liberado. Segundo o engenheiro Tiago Melo, da Sdu Centro-Norte, o projeto inicial previsto em contrato foi concluído prevendo as mudanças exigidas pelo Estatuto do Torcedor.

"O Corpo de Bombeiros fez novas exigências que agora serão incorporadas ao projeto inicial. Esta novas alterações dizem respeito principalmente a realocação de alguns trailers na parte externa, onde um deles será incorporado ao projeto como parte fixa do estádio", afirma Tiago.

De acordo com a Prefeitura de Teresina, uma nova vistoria será feita pelo Corpo de Bombeiros já na próxima semana para averiguar estas novas exigências. A Prefeitura ainda alega que todas as exigências dos Estatuto do Torcedor foram atendidas e que o estádio está pronto. 

 "O estádio já está pronto. Já implantamos o Sistema de Proteção a descargas atmosféricas (SPDA). Construímos entrada e saída para ambulâncias, possibilitando o acesso do veículo desde a parte externa até o gramado, também instalamos a iluminação de emergência, fizemos a pintura interna e externa, recuperamos o gramado e alambrados, e colocamos a nova sinalização que vai indicar a quantidade de pessoas por setor. O Lindolfo Monteiro é um dos primeiros estádios municipais do Nordeste a atender o Estatuto do Torcedor, sobretudo no que toca às regra de combate a incêndio, pânico e SPDA", disse o gerente de obras da Sdu Centro-Norte, Jeferson Oliveira

Com a reforma, o "Lindolfinho" oferecerá uma segurança maior aos torcedores que forem lá para assistirem as partidas de futebol ou outros eventos. São ao todo 7 saídas de emergência para os torcedores e também um sistema de barra antiesmagamento nas arquibancadas. A obra de reforma do estádio está orçada em R$ 186.954,98.


Estádio Lindolfo Monteiro (Crédito: Reprodução)
Estádio Lindolfo Monteiro (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte