Corrida em São Paulo quer reunir judeus e muçulmanos

O evento é realizado pela ONG O Caminho de Abraão

No próximo dia 25 de abril, às 8h, será realizada em São Paulo a segunda edição da corrida Dia da Amizade. A competição, que terá largada no Clube Atlético Monte Líbano e passagem pelo clube A Hebraica, pretende reunir cristãos, judeus e muçulmanos.

O evento é realizado pela ONG O Caminho de Abraão, que promove uma rota turística baseada no percurso feito pelo profeta no Oriente Médio. Cada um dos sete quilômetros da corrida corresponderá a um trecho do caminho, que possui 1.100 km e vai de Harran a Hebron.

Na cerimônia de lançamento, um café de manhã realizado hoje no A Hebraica, discursaram representantes das religiões, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e o governador do Estado, Alberto Goldman (PSDB).

Kassab afirmou que o bom relacionamento entre ele --de origem libanesa-- e Goldman --da comunidade judaica-- pode ser apresentado como um exemplo de fraternidade a ser seguido.

O governador, por sua vez, comparou o conflito entre israelenses e palestinos às disputas entre torcedores: "Gilberto é são-paulino, Serra [ex-governador, atual candidato a presidente] é palmeirense, eu sou corintiano; eu estou por cima hoje".

As inscrições para a corrida vão até dia 20 de abril, custam R$ 70,00 e podem ser feitas por qualquer pessoa no site da competição: www.friendshipday.com.br

Fonte: UOL