CR7 é acusado de ser dono de favela no Brasil e processa empresa

A empresa é de Alessandro Proto e trabalha no ramo de finanças

Cristiano Ronaldo processará a Proto Group, empresa de consultoria, por divulgar informações erradas ao seu respeito. Uma delas afirma que o jogador comprou uma favela no Brasil.

“O nome e a imagem de Cristiano vem sendo utilizado faz tempo, por uma empresa com informações falsas, estamos tomando providências legais”, falou o porta-voz do atleta.

Além da suposta favela, a empresa já “revelou” que Cristiano Ronaldo havia comprado um hotel em Monaco, um apartamento em Nova York e uma participação em um filme de Martin Scorsese.

CR7 é acusado de ser dono de favela no Barsil e processa empresa   (Crédito: Reprodução)
CR7 é acusado de ser dono de favela no Brasil e processa empresa (Crédito: Reprodução)


“As notícias sobre a vida pessoal e profissional de Cristiano Ronaldo devem partir unicamente de fontes oficiais, por isso, a imprensa deve parar de contar inverdade. O único objetivo é enganar a própria opinião pública em benefício próprio”, completou.

Cristiano Ronaldo alega que a Proto Group tenta se promover as custas de sua imagem e isso não é de hoje. A empresa é de Alessandro Proto e trabalha no ramo de “finanças, seguros e setor imobiliário”.

Fonte: Com informações do GE