Craque japonês quer levar "espírito dos samurais" ao clube italiano Milan

O Milan ocupa atualmente a 11ª colocação no Campeonato Italiano.

O meia japonês Keisuke Honda, novo contratado do Milan, garantiu nesta quarta-feira, na festa de apresentação realizada no estádio San Siro, que espera levar ao clube italiano o "espírito dos samurais".

Honda, de 27 anos, se junta ao Milan após três anos e meio jogando pelo CSKA de Moscou. Ele assinou contrato até 2017.

"Nunca encontrei um samurai, mas nós japoneses somos conhecidos por nunca nos rendermos", explicou o jogador, com o cabelo tingido de vermelho, aos jornalistas presentes.

"Temos uma mentalidade excelente e somos disciplinados. Espero poder mostrar no campo este espírito", completou.

Honda é o primeiro japonês a jogar no Milan e vestirá a camisa 10, que já foi de craques como os holandeses Ruud Gullit e Clarence Seedorf, o montenegrino Dejan Savicev, o croata Zvonimir Boban e o português Rui Costa.

O japonês deve atuar um pouco atrás dos homens de frente da equipe "Rossonera", Mario Balotelli e o brasileiro Kaká.

O Milan ocupa atualmente a 11ª colocação no Campeonato Italiano, a 27 pontos da líder Juventus.

Fonte: Terra