Criciúma arranca empate do Paraná e se mantém na liderança da Série B

Com a derrota do Vitória em casa para o Atlético-PR, o Criciúma ficou com vantagem de apenas um ponto

A sete rodadas do final do campeonato, o Criciúma conseguiu se manter na liderança isolada da Série B com um empate fora de casa por 1 a 1 contra o Paraná Clube. O time catarinense saiu perdendo, mas empatou graças ao artilheiro Zé Carlos, que chegou a 24 gols na competição.

Com a derrota do Vitória em casa para o Atlético-PR, o Criciúma ficou com vantagem de apenas um ponto para o novo vice-líder Goiás. Na próxima rodada, os catarinenses jogam em casa contra o lanterna Grêmio Barueri, na terça-feira, às 19h30.

Apesar de estar longe do G-1 e sem maiores pretensões na tabela, o Paraná começou melhor e conseguiu furar o bloqueio do meio-campo do Criciúma na base da bola parada, contando com a experiência de Lúcio Flávio. Aos 18 minutos, ele levantou na área em cobrança de falta e o zagueiro Anderson subiu mais alto para cabecear e abrir o placar para o time da casa.

O gol animou o Paraná Clube, que aumentou a presença no campo de ataque do Criciúma. Mas quem acabou fazendo gol foi o time visitante. Aos 32 minutos da primeira etapa, Kléber aproveitou falha de Wendell Borges na saída de bola e, após deixar Alex Alves para trás com uma meia-lua, fez a assistência para Zé Carlos empatar o jogo.

O jogo continuou lá e cá no segundo tempo, com boas chances para os dois lados. O clima esquentou quando Zé Carlos revidou após dividida dura com Lúcio Flávio, e deu início a um pequeno tumulto no Couto Pereira. Quem mais se revoltou foi o técnico do Paraná, Toninho Cecílio, que acabou levando cartão amarelo após ser contido pelos jogadores no banco de reservas.

Com a bola rolando, as duas equipes buscaram o gol no segundo tempo, mas tiveram que se contentar com o empate, que acabou sendo bom para o Criciúma se isolar na liderança. Já o Paraná Clube ficou estacionado na 12ª posição, com 39 pontos. Na próxima rodada, o time de Toninho Cecílio enfrenta o Ceará, em Fortaleza.

Fonte: UOL