"Crise no Palmeiras é culpa do Flamengo", afirma dirigente

"Crise no Palmeiras é culpa do Flamengo", afirma dirigente

Para Tirone, culpa da queda palmeirense é do Flamengo

O presidente Arnaldo Tirone está convencido de que o assédio do Flamengo ao atacante Kleber foi o principal fato que motivou a derrocada do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Desde a polêmica, o dirigente observou uma drástica queda do alviverde no torneio nacional.

"O Palmeiras começou o ano muito bem, veio bem até certo momento. Aquele assédio do Flamengo, no episódio do Kleber, tirou a paz do nosso clube, a equipe começou a sofrer pela ansiedade", diz.

Entre os meses de junho e julho, Kleber foi sondado pelo Flamengo com uma proposta salarial significativamente maior do que ganha no Palmeiras. O jogador ficou balançado com a oferta, apesar de nunca admitir o desejo de deixar o Palestra Itália.

Neste momento, Kleber está afastado do grupo palmeirense após entrar em atrito com o técnico Luiz Felipe Scolari. Pelas palavras da direção alviverde, dificilmente o jogador será reintegrado ao grupo.

E ainda: São Paulo admite sondagem por Felipão, mas diz que seria apenas uma opção

Aliás, Arnaldo Tirone evita qualquer tipo de crítica a Felipão. "Não vejo nosso técnico desgastado, é um momento em que os resultados não estão aparecendo, o técnico fica sobrecarregado, é difícil conter a insatisfação da torcida", comenta.

Futuro de Kleber

O Palmeiras confirma que recebeu apenas uma sondagem por Kleber. O Grêmio demonstrou interesse no atacante. Em uma troca com os gaúchos, o Verdão exigiu o meia Douglas, contudo o negócio não evoluiu.

"Sondagens sempre chegam pelo Kleber, mas as pessoas precisam entender que o atleta tem um valor de mercado", alertou Tirone, rechaçando a chance de liberar o atacante em negociações que sejam prejudiciais ao Palmeiras.

Fonte: IG