Cruzeiro bate Ceará po 2 a 0 e cola na ponta

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 44 pontos, ultrapassando o Fluminense

Invicto há oito partidas, o Cruzeiro recebeu o Ceará na noite desta quarta-feira na Arena do Jacaré, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de pressionar durante todo o jogo, o time celeste conseguiu furar a retranca adversária no final e venceu por 2 a 0.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 44 pontos, ultrapassando o Fluminense, que joga nesta quinta, e igualando a pontuação com o líder Corinthians, que enfrenta o Santos ainda nesta noite - fica em segundo por ter uma vitória a menos. Já o Ceará permaneceu com os mesmos 30, ocupando provisoriamente a décima colocação.



O time da casa começou o primeiro tempo pressionando e marcando no campo adversário, enquanto os cearenses ficaram fechados na marcação em busca de um espaço para os contra-ataques. Com Roger e Montillo bem marcados, o time celeste esteve pouco inspirado e poucas chances de gol foram criadas.

A primeira foi do Ceará, aos 10min. Após boa troca de passes, Wellington Amorim recebeu de João Marcos dentro da área pelo lado esquerdo, dividiu com a zaga e chutou. Fábio fez a defesa e deu rebote. O atacante da equipe alvinegra pegou a sobra e finalizou, mas o goleiro cruzeirense fez nova defesa.

Os anfitriões responderam aos 15min. Primeiro Fabrício cruzou para Farías, mas o atacante chegou atrasado e não pegou na bola. No minuto seguinte, Montillo recebeu perto da grande área e chutou com força no canto direito de Michel Alves, que se esticou e fez a defesa.

Aos 42min, Farías dominou dentro da área, girou e chutou colocado, mas o goleiro do Ceará estava atento. Quatro minutos mais tarde houve a melhor chance do primeiro tempo. Thiago Ribeiro fez jogada pela linha de fundo, do lado direito, e cruzou para Farías. O argentino se abaixou e mandou no canto esquerdo de Michel Alves, que se esticou e fez grande defesa.

O panorama na etapa complementar não se alterou. O Cruzeiro continuou pressionando em busca de um vacilo da defesa cearense, muito bem postada. Aos 7min, Farías recebeu na entrada da área e chutou com força. A bola passou rente ao travessão e foi pra fora.

Aos 27min, num raro ataque do Ceará, Wellington Amorim fez boa jogada e chutou por cima do gol de Fábio. Aos 34min, Fabrício arriscou de fora da área, com força, mas Michel Alves fez a defesa em dois tempos.

Aos 37min, a bola tocou na mão de Ernandes dentro da área e o árbitro marcou pênalti. O argentino Montillo assumiu a responsabilidade da cobrança e, com categoria, mandou no canto esquerdo de Michel Alves, que pulou no canto oposto, e colocou o Cruzeiro na frente.

Depois do gol, o Cruzeiro recuou e o Ceará partiu para a pressão, atacando mais do que durante toda a partida. Aos 43min, o time alvinegro chegou ao empate, mas a arbitragem anulou a jogada por causa de impedimento de Marcelo Nicácio.

Quando parecia que o placar ia terminar com a vantagem mímina para o Cruzeiro, Farías ampliou aos 46min, após se antecipar ao marcador em cruzamento de Wallyson pelo lado direito.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Santos na Arena Barueri, no sábado, às 18h30 (de Brasília). O Ceará, por sua vez, joga contra o Avaí no domingo, às 18h30, na Ressacada.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 2 x 0 Ceará

Gols

Cruzeiro: Montillo, aos 37min, e Farías, aos 46min do 2º tempo.

Ponto Forte do Cruzeiro

Teve o controle do jogo e pressionou, principalmente na segunda etapa.

Ponto Forte do Ceará

Muito bem na marcação.

Ponto Fraco do Cruzeiro

Apesar do domínio, esbarrou na falta de inspiração para furar a retranca com mais tranquilidade.

Ponto Fraco do Ceará

Apesar de jogar fora de casa, recuou muito e permitiu a pressão dos mineiros, explorando muito pouco os contra-ataques.

Personagem do jogo

Os argentinos Montillo e Farías foram o destaque cruzeirense, tanto pelos gols quanto pela movimentação.

Esquema Tático do Cruzeiro

4-4-2

Fábio; Rômulo (Wallyson), Edcarlos, Léo (Gil) e Diego Renan; Fabrício, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Farías e Thiago Ribeiro. Técnico: Cuca

Esquema Tático do Ceará

4-4-2

Michel Alves; Oziel (Misael), Anderson, Diego Sacoman e Ernandes; Michel, Heleno, João Marcos e Geraldo; Wellington Amorim (Luizinho) e Kempes (Marcelo Nicácio). Técnico: Dimas Filgueiras

Cartões amarelos

Cruzeiro: Henrique e Léo

Ceará: Diego Sacoman, Ernandes, Geraldo, Kempes e Marcelo Nicácio

Árbitro

Claudio Francisco Lima e Silva (SE)

Local

Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Fonte: Terra, www.terra.com.br